Nordeste

Amizade China-Brasil: Lígia Feliciano diz que China já investiu US$ 1,4 bilhão na Paraíba em 10 anos

Lígia Feliciano participou, por videoconferência, nesta segunda-feira (17), da comemoração dos 46 anos das relações diplomáticas China-Brasil e do Dia Nacional da Imigração Chinesa no Brasil

17/08/2020


Imagem reprodução

Revista Nordeste

A vice-governadora Lígia Feliciano participou, por videoconferência, nesta segunda-feira (17), da comemoração dos 46 anos das relações diplomáticas China-Brasil e do Dia Nacional da Imigração Chinesa no Brasil, ambos comemorados no dia 15 de agosto. Na ocasião, houve o lançamento pelo Consulado chinês no Recife da edição especial de Amizade China-Brasil da Revista Nordeste.

Lígia Feliciano destacou a cooperação bilateral entre os dois países, que se aproximam cada vez mais na economia, na ciência, na tecnologia e na cultura e enfatizou a inserção da Paraíba e do Nordeste nessa parceria estratégica. De 2010 a junho de 2020, o volume de comércio entre a China e a Paraíba superou US$ 1,4 bilhão.

“O governador João Azevêdo tem destacado que a formulação de políticas de inserção internacional do nosso Estado privilegia a cooperação internacional para o desenvolvimento, por meio do estabelecimento de parcerias em áreas estratégicas como cultura, ciência e tecnologia, pavimentando, assim, o caminho para o estabelecimento de relações comerciais e da atração de investimentos produtivos para a Paraíba”, ressaltou Lígia Feliciano.

A vice-governadora lembrou que, em julho de 2019, liderou uma comitiva de paraibanos, em visita de oito dias à China, com secretários estaduais e municipais, diretores de autarquias e empresários. Em Pequim, a delegação se reuniu na Embaixada do Brasil na China, no escritório da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) e na China General Nuclear Power Corporation (CGN), empresa que atua na área de energia, por todo o mundo.

“Na ocasião, me reuni com o presidente da empresa, Mr. Chen, e discutimos o protocolo Brasil-China com vistas à implantação do estaleiro de reparos em Lucena com perspectiva de injetar R$ 3,5 bilhões na economia do estado durante a construção e gerar seis mil empregos. Conversamos também sobre disponibilidade de mão-de-obra qualificada e equipamentos para o estaleiro a ser instalado na Paraíba”, reforçou.

Lígia Feliciano ainda afirmou que Brasil e China, como as maiores economias de seus respectivos hemisférios, têm juntos um papel relevante na construção de um mundo mais estável e mais equilibrado, com foco na superação dos desafios econômicos e sociais.

A vice-governadora parabenizou pelas celebrações e convidou o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming , e Cônsul Geral da China no Recife,  Yan Yuqing, e empresários chineses para que visitem a Paraíba a fim de estreitar as relações com o Estado.  Eles aceitaram o convite e vão participar de encontros e seminários com autoridades e empresários paraibanos após a pandemia.

Em seu pronunciamento, o embaixador Yang Wanming assinalou a importância das relações diplomáticas entre os dois países. “A revista é uma ótima forma de comemorar os 46 anos das nossas relações diplomáticas e o Dia de Imigração. Nesse tempo, graças aos esforços de várias gerações e cooperação política, os intercâmbios estão cada vez mais próximos”, frisou o embaixador. Além das relações diplomáticas entre China e Brasil, a Revista Nordeste aborda  a imigração chinesa, o apoio no enfrentamento da Covid-19 e os investimentos do governo chinês nos estados nordestinos.

Imagem reprodução

Participaram também da videoconferência o Diretor-Presidente da Companhia de Desenvolvimento da Paraíba, Rômulo Polari, Marida Eduarda Câmara e Raquel Cavalcanti, da área de Relações internacionais da Cinep, além dos governadores Wellington Dias, do Piauí; Camilo Santana, do Ceará; e Fátima Bezerra, do Rio Grande do Norte; a vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos; o vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão e o publisher Walter Santos.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.