Paraíba

Sem encontrar Bolsonaro, João abre as portas para Lula

Governador da Paraíba justificou sua ausência na inauguração do Complexo Aluízio Campos, em Campina Grande, que contou com a participação do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

11/11/2019


Portal WSCOM

O governador João Azevêdo (PSB) justificou, nesta segunda-feira (11), a sua ausência na inauguração do Complexo Aluízio Campos, em Campina Grande, que contou com a participação do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Ele comentou que já havia uma agenda marcada na Capital paraibana e que o Governo do Estado enviou a vice-governadora Lígia Feliciano (PDT) como representante.

“A vice-governadora está lá representando o Governo. Havia esse evento marcado já há muito tempo na agenda de várias pessoas, por isso não estou lá, mas a vice está lá representando sim o Governo do Estado”, disse.

João reafirmou a postura republicana que tem mantido com o Governo Federal. Ele realçou os pleitos da Paraíba a Bolsonaro, ao comentar que o Estado não teve nenhum projeto aprovado neste ano devido à paralisação da economia no Brasil.

“A economia do Brasil esse ano esteve praticamente paralisada. Isso é um fato, e isso tem dificultado exatamente a transferência de recursos por parte do Governo Federal para os estados. A Paraíba sofre com isso, porque basicamente novos projetos não foram aprovados, nenhum… estamos lutando inclusive para que as obras hoje em andamento se mantenham, essa é uma grande luta, porque alguns programas estão em atraso, na área de assistência social, obras, efetivamente, como o Canal Acauã, tem sofrido atraso nas suas liberações. Entretanto, volto a dizer, o que eu busco fazer em Brasília é manter essa relação republicana que tem que haver”, declarou o governador.

Lula na Paraíba

Azevêdo ainda abriu as portas da Paraíba para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), solto na última sexta-feira. Lula deve empreender uma caravana pelo Nordeste e, segundo Azevêdo, é bem vido à Paraíba.

“Claro, Lula é um ex-presidente, tem uma importância extraordinária para o desenvolvimento do Nordeste. Sabemos dos investimentos e de toda a política enquanto presidente da República. Será bem-vindo à Paraíba, claro que sim”, definiu.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.