Brasil

Avião com vacinas da AstraZeneca vindo da Índia pousa em Aeroporto do Brasil

Revista Nordeste – O voo vindo da Índia que trouxe 2 milhões de doses da vacinas da AstraZeneca contra a Covid-19 aterrissou no Brasil por volta das 17h30, no Aeroporto Internacional de São Paulo, localizado em Guarulhos. De lá, ele deve embarcar em outro voo comercial direto para o Rio de Janeiro, onde deve ser inspecionado pela Fiocruz.

Para o recebimento da carga, estão presentes no local os ministro da Saúde Eduardo, Pazuello, das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e das Comunicações, Fábio Faria. De lá, as vacinas serão encaminhadas para o Rio de Janeiro.

Segundo o MS, em comunicado, nas primeiras horas de sábado (23) serão feitos os testes de qualidade e segurança, além da etiquetagem das caixas com informações em português. No período da tarde, as vacinas começam a ser distribuídas para todos os Estados de acordo com o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19.

Sobre a vacina
A vacina é a Covishield, desenvolvida pela universidade inglesa de Oxford e pela farmacêutica AstraZeneca, que no Brasil tem parceria com a Fiocruz. É para este lote que vem da Índia que a Anvisa autorizou, no último domingo (17), o uso emergencial.

A expectativa do governo brasileiro era ter recebido as doses no último sábado (16). De acordo com a agência de notícias Reuters, contudo, o Ministério das Relações Exteriores da Índia informou que o atraso ocorreu porque o país só passou a liberar as doses depois de abrir a própria campanha de imunização.

No início da semana, o governo indiano priorizou o envio de doses doadas para os países vizinhos. A partir desta sexta-feira, começa a distribuição das vacinas que foram comercializadas para outros países — Brasil e Marrocos são os primeiros.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp