Brasil

Bolsonaro diz que jornalistas são ‘bundões’ e têm mais chances de morrer por Covid-19

Um dia após dizer que gostaria de “encher com uma porrada” a boca de um repórter do jornal O Globo, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a desrespeitar a imprensa

24/08/2020


Na imagem o presidente Jair Bolsonaro

Um dia após dizer que gostaria de “encher com uma porrada” a boca de um repórter do jornal O Globo, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a desrespeitar a imprensa. Em pronunciamento durante evento com médicos em defesa da hidroxicloroquina no Palácio do Planalto, na manhã desta segunda-feira (24), o chefe do Executivo se referiu a jornalistas como “bundões”.

“Sempre fui atleta das Forças Armadas. Aquela história de atleta, que a imprensa gosta de tratar com deboche. Mas quando pega num bundão de vocês, a chance de sobreviver é bem menor. Só sabe fazer maldade e usar a caneta com maldade, em grande parte”, disparou.

O evento de defesa da hidroxicloroquina aconteceu sem o ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, e teve a presença do jornalista Alexandre Garcia, do deputado Osmar Terra e médicos defensores do uso precoce da droga.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.