Bolsonaro e pastores convocam jejum contra o coronavírus e garantem que “o inferno irá explodir”

04/04/2020


O presidente Jair Bolsonaro divulgou um vídeo na tarde deste sábado (4) em seu perfil no Facebook no qual ele e diversos pastores neopentecostais, entre eles Silas Malafaia e Edir Macedo, concocam um jejum contra o coronavírus e que termina com a garanta de que “o inferno irá explodir” por causa do jejum.

Na mais fundamentalista de todas as manifestações públicas até hoje, Jair Bolsonaro divulgou um vídeo na tarde deste sábado (4) em seu perfil no Facebook no qual ele e diversos pastores neopentecostais, entre eles Silas Malafaia e Edir Macedo, concocam um jejum contra o coronavírus e que termina com a garanta de que “o inferno irá explodir” por causa do jejum.

Na última quinta-feira (2), Bolsonaro já havia convocado as pessoas a jejuar para o que o Brasil “fique livre desse mal”, em referência à pandemia.

Na gravação publicada neste sábado, a voz de um narrador anuncia que “os maiores líderes evangélicos deste país atenderam à proclamação santa feita pelo chefe supremo da nação”.

Bolsonaro é o primeiro a falar no vídeo. De acordo com o narrador da peça, Bolsonaro convocou o “exército de cristo para a maior campanha de jejum e oração já vista no país”


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.