Internacional

Boris Johnson anuncia novo lockdown no Reino Unido

01/11/2020


Boris Johnson

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, anunciou um novo lockdown no país. A ação vem depois de o país superar a marca de 1 milhão de casos da covid-19. Os britânicos tiveram a 1ª quarentena implementada em março.

O país deve fechar na quinta-feira (5). O plano é que a medida se estenda até 2 de dezembro. As medidas serão votadas pela Câmara dos Comuns, equivalente à Câmara dos Deputados no Reino Unido.

Só se poderá sair de casa a trabalho (que não puder ser feito de casa), educação, exercícios, acompanhamento médico, comprar suprimentos e providenciar cuidados a outras pessoas.

Lojas de produtos essenciais, escolas e universidades seguirão abertas, de acordo com Johnson. Bares e restaurantes poderão funcionar apenas para entregas. Haverá variações regionais do lockdown de acordo com a forma como o novo coronavírus se espalhar em cada local.

Boris Johnson afirmou que o vírus está se espalhando no país mais rápido do que se imaginava. Se nada for feito, disse ele, “podemos ver as mortes chegando a milhares por dia”. Johnson precisou de tratamento intensivo quando teve covid-19. Ele deixou o hospital em 12 de abril.

Segundo a Universidade Johns Hopkins, dos EUA, o Reino Unido é o país da Europa com mais mortes pela covid-19 desde o início da pandemia: 46.645. O número é da tarde deste sábado (31).

No número de casos, os únicos países europeus com mais registros que o Reino Unido são Espanha (1.185.678) e França (1.377.366). O número dos britânicos é 1.014.793.

Nas mortes por milhão de habitantes, o Reino Unido é o 3º europeu. Foram 686,25 a cada milhão de habitantes. Na Espanha, 757,04. Na Bélgica, 984,67 Os dados são do site Statista, a última atualização foi na sexta-feira (30). Países muito pequenos, como Andorra e San Marino, foram excluídos do cálculo.

O Reino Unido não é o 1º país europeu a endurecer as medidas de isolamento social para contar uma 2º onda de contágios do coronavírus.

A França terá que impor lockdown por mais 1 mês a partir desta quinta-feira (29/10/2020). Na Alemanha, Angela Merckel vai propor o fechamento de bares e restaurantes por mais 1 mês. As notícias fez bolsas de valores ao redor do mundo desabar na última semana.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.