Internacional

Brasileiros recebem prêmios de marketing político em Londres

Criado no Reino Unido para recompensar em nível global trabalhos considerados excepcionais nas áreas de campanha eleitoral, gestão pública e assuntos públicos, o Polaris Awards foi entregue na noite desta segunda-feira (31), em Londres, por meio de uma cerimônia virtual, e tem entre seus ganhadores os estrategistas políticos da Mosh Brasil  e da Caisnovo Comunicação, Jader França e César Rocha, e Emanoelton Borges, da Alfa Inteligência, responsáveis pela campanha de Ruy Carneiro a prefeito de João Pessoa, capital da Paraíba, no Brasil, em 2020.

 

A estratégia, o conteúdo e a forma de condução da campanha a prefeito foi reconhecida como uma das mais inovadoras no mundo pelo júri do Polaris, composto por 26 especialistas de 19 países, entre estrategistas, publicitários, coordenadores de campanha e de relações públicas, a maioria dos Estados Unidos, mas também do Canadá, Espanha, Bélgica, Áustria, México, Suécia, Brasil, Rússia, Austrália, México, Colômbia, Venezuela, Turquia, Cazaquistão, Andorra, Croácia, Letônia e Ucrânia.

 

O time de campanha ganhou Ouro como Melhor Campanha de Televisão; prata como Melhor uso Criativo de Dados; e Bronze como Identidade Visual de Campanha. A campanha de Ruy Carneiro ficou marcada pelo uso livre de cores, de jingles, de linguagem de internet e de conteúdo objetivo relacionado a compromissos, principalmente a metas de ações concretas por bairros para os primeiros seis meses de gestão.

 

“O desafio desta campanha era reposicionar o candidato no jogo eleitoral, renovar sua figura pública, rejuvenescê-lo e reapresentar os atributos de sua trajetória na política. Estávamos desafiados a fazer uma campanha disruptiva e foi o que fizemos”, diz Jader França.

 

“Em primeiro lugar, ao invés de apresentar o candidato por meio de uma biografia cronológica, o que o envelheceria por causa dos seus 30 anos de política, resolvemos apresentar um conjunto de ações que realizou e que transformaram profundamente a vida de milhares de pessoas”, afirma César Rocha.

 

Era uma disputa com 15 candidatos e Ruy começou a campanha com cerca de 0,5 ponto percentual de intenção de voto na espontânea, segundo Emanoelton Borges, da Alfa Inteligência. Ao final, por apenas 0,24% não foi ao segundo turno. Alcançou 16,37%, contra 16,61% do segundo colocado (Nilvan), 20,72% do primeiro (Cícero) e à frente dos demais, principalmente de Walber Virgulino (13,92%), Edilma Freire (12,93%) e Ricardo Coutinho (10,68%).

 

“Na imprensa, havia apostas de que o candidato chegaria, no máximo, em quinto lugar nesta disputa. Mas ao final surpreendeu, chegou aos 16,37% e foi recolocado no tabuleiro majoritário em 2022”, afirma Emanoelton.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp