Paraíba

Calvário: STJ determina o afastamento de conselheiros do TCE-PB

18/12/2019


Revista NORDESTE

O Superior Tribunal de Justiça (STJ), após representação da Superintendência de Polícia Federal na Paraíba, decidiu, nesta quarta-feira (18), pela suspensão do exercício da função pública, pelo prazo inicial de 120 dias, de dois conselheiros do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE/PB). Os nomes não foram revelados pela assessoria de comunicação da PF. Contudo, informações de bastidores dão conta de que seriam os conselheiros Nominando Diniz e Arthur Cunha Lima.

A determinação ainda combina com a proibição dos conselheiros ao acesso às instalações do TCE-PB, bem como a vedação de comunicação com funcionários e membros do aludido Tribunal de Contas.

De acordo com a nota expedida pela PF, a representação foi protocolizada “com base em elementos obtidos nas buscas e apreensões decorrentes da sétima fase da Operação Calvário – Juízo Final, que reforçam os indícios já existentes”. Três conselheiros foram alvos, Nominando Diniz, Artur Cunha Lima e André Carlo Torres.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.