Brasil

Camilo Santana revela prisão de líder do motim e anuncia fim de desconto da mensalidade de PM na Folha

05/03/2020


Por Walter Santos

O governador do Ceará, Camilo Santana, revelou em entrevista na Globonews que o ex-deputado Cabo Sabino está foragido depois de decretada a prisão dele em face ainda do motim que levou o governo a não anistiar dezenas de policiais amotinados. Ele disse ainda que suspendeu o repasse sistemático em folha da mensalidade de policiais. Em 2019, foram repassados 136 milhões, afirmou ele.

– A Constituição proíbe que policiais militares façam paralisação, portanto, o motim com policiais encapuzados, armados intimidando e gerando pânico à população é inaceitável e não pode merecer anistia pela gravidade do que cometeram- disse o governador.

Ele confirmou que no Ceará a Assembleia Legislativa resolveu aprovar inclusive que os futuros governos em caso de motim ficam impedidos de oferecer reajuste aos Policiais por seis meses seguintes, afirmou.

Camilo Santana informou que vai lutar para que o Congresso Nacional mantenha mesma posição contra anistia em caso de motim de policial militar.

Ele admitiu que “a construção do fim do Motim foi fruto de esforço conjunto de diversos setores que se uniram em torno de uma solução”.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.