Ceará

Ceará lidera ranking da Transparência Internacional com nota máxima pela segunda vez consecutiva

01/09/2020


O Ceará foi avaliado pela, segunda vez consecutiva, com pontuação máxima em transparência nas contratações emergenciais para o enfrentamento à pandemia da Covid-19. Em ranking divulgado pela Transparência Internacional Brasil, na manhã desta terça-feira (01), o estado alcançou mais uma vez o topo da avaliação.

 

“O resultado do ranking reflete o compromisso que a equipe da Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado do Ceará (CGE) tem com o cidadão, de tornar a consulta dos recursos aplicados na pandemia cada vez mais simples, clara e acessível. Este resultado é o êxito desse trabalho”, fez questão de destacar o secretário de Estado Chefe da CGE, Aloísio Carvalho.

Além de adotar critérios mais rigorosos, esta última avaliação da Transparência Internacional Brasil passou a acompanhar também doações, programas de estímulo econômico e medidas de proteção social.

“O Estado do Ceará mais uma vez atingiu nota máxima, cumprindo os 46 critérios avaliados na metodologia. Um dos pontos a serem destacados nessa rodada de avaliação foi o aumento no grau de transparência exigido, para levar mais informações à sociedade acerca de todas as contratações feitas durante o período de pandemia”, ressaltou o secretário executivo da CGE, Marconi Lemos.

“Foram avaliados itens como doações recebidas, programas de estímulo econômico, e medidas de proteção social. Todas essas informações estão disponibilizadas no Ceará Transparente, organizadas de maneira clara, para o cidadão acompanhar sobre as doações recebidas pelo Estado em bens/serviços ou em espécie, dados sobre ações de estimulo econômico, como o Fundo Estadual de Equilíbrio Fiscal, e medidas de proteção social, como o Vale Gás, entre outros”.

Para elaborar o ranking, a Transparência Internacional Brasil avaliou, entre os dias 24 e 31 de agosto, os portais de 26 governos estaduais, do Distrito Federal, das capitais e do governo federal. O objetivo foi verificar se os portais institucionais traziam informações sobre contratações emergenciais de forma fácil e ágil. O ranking qualifica os estados com pontuação de 0 a 100, em que os mais transparentes são aqueles que mais se aproximam da nota máxima.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.