Brasil

Celso Amorim analisa conjuntura: ‘vivemos a mais grave crise desde a Segunda Guerra’

21/03/2020


Eduardo Maretti, Rede Brasil Atual – “Vivemos a mais grave crise desde a Segunda Guerra Mundial. Ninguém menos que a chanceler da Alemanha (Angela Merkel) reconhece esse fato. A crise é global, não só na sua dimensão de saúde, mas também na dimensão política”, diz o ex-ministro das Relações Exteriores e da Defesa Celso Amorim, sobre o cenário instaurado no mundo com a disseminação do coronavírus.“Inevitavelmente, a crise vai gerar consequências sociais e políticas que ainda não podemos prever com precisão. Mas é seguro dizer que o mundo não será o mesmo quando a pandemia finalmente for controlada”, acrescenta.

Nesse cenário, “a declaração descabida do deputado Eduardo Bolsonaro contra a China atenta diretamente contra o interesse do povo brasileiro”. Para Amorim, “é absurdo culpabilizar o país que mais sofreu com a doença”.

Até a noite de quinta-feira (19), das 80.298 pessoas infectadas na China, 3.245 morreram pelo coronavírus. Nesta sexta-feira (20), pela primeira vez, o número de mortes na Itália (4.032) ultrapassou o da China.

Na quarta-feira (18), o filho do presidente da República abraçou uma teoria conspiratória e culpou o país asiático pela disseminação do coronavírus. “Substitua a usina nuclear pelo coronavírus e a ditadura soviética pela chinesa. (…) +1 vez uma ditadura preferiu esconder algo grave a expor tendo desgaste, mas que salvaria inúmeras vidas. (…) A culpa é da China e liberdade seria a solução”, disse o parlamentar.

A atitude provocou uma crise diplomática entre os dois países e mobilizou  lideranças para desfazer o mal-estar. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pediu desculpas aos chineses. O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou, à Folha de S. Paulo, que o deputado “não representa o governo” e acrescentou que o problema tomou grandes proporções devido ao sobrenome do parlamentar. “Se o sobrenome dele fosse Eduardo Bananinha, não era problema nenhum”, ironizou


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.