Internacional

China anuncia que tomará contramedidas por assinatura de lei relacionada a Hong Kong pelos EUA

16/07/2020


portuguese.xinhuanet.com

Beijing, 15 jul (Xinhua) – A China reage duro aos Estados Unidos. O Departamento dos Assuntos de Hong Kong e Macau do Conselho de Estado condenou fortemente nesta quarta-feira a assinatura da chamada “Lei de Autonomia de Hong Kong” pelos EUA.

O governo chinês informou que tomará resolutamente contramedidas em resposta, disse o órgão em um comunicado.

O governo chinês tem o poder e a responsabilidade de tomar todas as medidas necessárias para salvaguardar a segurança nacional, segundo o texto.

A Lei da República Popular da China sobre a Salvaguarda da Segurança Nacional na Região Administrativa Especial de Hong Kong (RAEHK) é consistente com o princípio “um país, dois sistemas” e a Lei Básica da RAEHK, e é apoiada pelos chineses em todo o país, incluindo as pessoas em Hong Kong, de acordo com o comunicado.

Os Estados Unidos têm se intrometido repetidamente nos assuntos de Hong Kong, “expondo plenamente sua verdadeira intenção de usar Hong Kong para realizar infiltração e subversão contra a parte continental chinesa e conter o desenvolvimento da China”, aponta o documento.

“As chamadas ‘sanções’ impostas pelos Estados Unidos não podem abalar a resolução do governo chinês para salvaguardar a soberania, a segurança e os interesses de desenvolvimento do país e defender a prosperidade e estabilidade a longo prazo de Hong Kong”.

A lei de segurança nacional para a RAEHK entrou em vigor, e qualquer comportamento ou atividade que coloque em risco a segurança nacional, com o apoio de qualquer força externa, será punido de acordo com a lei, diz o comunicado.

“A conspiração dos EUA nunca terá sucesso”, enfatiza o texto.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.