Walter Santos Walter Santos

Jornalista e diretor executivo do grupo WSCOM


  • postado em 04/05/2015

    Zé Dirceu começa a enfrentar problemas financeiros

    No Brasil de manipulações da Mídia e de esforços de setores da sociedade em querer fazer vingar seus desejos e vontades, em especial no mundo dos negócios e do Poder diante da realidade político-partidária nacional, pode parecer algo surrealista no raciocínio da Elite brasileira, entretanto, ao contrário do que dizem tanto o Ex-Ministro da Casa Civil, José Dirceu, anda preocupado com seu futuro por conta de escassez de dinheiro na conta pessoal, ou seja, não dispõe da grana no tamanho das acusações.

    Conforme relato de empresário amigo, que esteve com ele dias atrás, o ex-ministro condenado na AP 470 como responsável do Mensalão - mesmo sem provas e excluído da condição de "comandante" pelo STF-, está começando a conviver com um drama pessoal com chances de aflorar nos próximos meses, diante da escassez de dinheiro pessoal para manter as despesas mensais.

    - O Ministro, ao contrário do que propala a Grande Mídia, vive uma situação preocupante para honrar compromissos normais no padrão de vida à altura de um personagem da relevância que ele tem, porque com o fim das consultorias os recursos escassearam e comprometem seu futuro – afirmou a Alta Fonte.

    De acordo com ela, “fiquei impressionado com a maldade monstruosa construída em torno de Zé Dirceu como responsável por envolvimento com malversação, o que não procede, tanto que nos próximos meses ele vai ter dificuldades com vistas a manter suas condições básicas de cidadão” – afirmou a Fonte adiantando que “ele vive de casa alugada .

    Mesmo sem entrar em detalhes minuciosos, disse a Fonte, ficou evidente no relato do ex-Ministro sua preocupação de renovar aluguel e assegurar as condições básicas de sobrevivência. “Ele nos revelou que anda preocupado com esse aspecto”, concluiu.

    Na prática, o que se estabelece no decorrer dos tempos é a constatação real de que a conduta e realidade de José Dirceu e de outros lideres petistas citados em casos polêmicos, a exemplo de José Genoino e João Paulo Cunha, mostra situação inversa das acusações e condenações convivendo com a vida patrimonial e financeira muito abaixo das acusações e, ao contrário, dentro do padrão normal de vida de classe média para acima.

    O PATRIMÔNIO DE VACCARI DEMONSTRA OUTRA REALIDADE

    O colunista Lauro Jardim, da VEJA, acaba de revelar outra verdade que desmonta acusação contra o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari, provando que seus bens são abaixo da expectativa, portanto, do tamanho de classe média, ao contrário das ilações do Ministério Público Federal.

    Diz Lauro Jardim:

    “Um levantamento da Receita Federal sobre os bens de João Vaccari Neto conclui que o ex-tesoureiro do PT não enriqueceu no cargo. Vaccari é um dos principais alvos da Operação Lava Jato por ter arrecadado recursos oficiais para o partido. A Receita encontrou apenas R$ 385.059,88 em bens de Vaccari, que está preso preventivamente em Curitiba. O PT sustenta que todas as doações são legais e foram declaradas à Justiça Eleitoral”.

    ÚLTIMA

    "Onde houver dúvidas/ que eu leve a Fé..."



    comentários

  • postado em 01/05/2015

    A Elite refundou a CUT e outros Movimentos

    A Elite refundou a CUT e outros Movimentos

    Quando em Junho de 2013 uma multidão de brasileiros foi às ruas, a partir de São Paulo, exigir decência na vida pública nacional e mais qualidade nos serviços prestados à população – em particular da Mobilidade (transportes públicos), o Brasil passou a conviver com uma novidade sociológica, que foi tudo acontecer sem Centrais Sindicais, partidos ou personalidades à frente da revolta.

    O movimento, a rigor, era contra todos os Governos e instituições mas tudo caiu sobre os ombros da presidenta Dilma Rousseff.

    Veio o tempo seguinte e a onda de denúncias da Operação Lava Jato fez o Brasil intuir que, depois do resultado apertado entre Dilma e Aécio, estava sendo inaugurado um novo tempo até com possibilidade de afastamento da presidenta reeleita. O alvo, na verdade, sob o comando da Justiça e do Ministério Público não era ir a fundo e apontar todos os culpados dos desvios da Petrobras, pois o interesse maior era (e é) acabar com o Partido dos Trabalhadores – este mesmo que promoveu as mais fortes reformas dos últimos tempos.

    Como ficou desmascarado todo o Plano entre Grande Midia, parte do Judiciário e do MPF, além de setores da PF fazendo trabalho seletivo protegendo lideres da Oposição, eis que a sanha da Direita e dos conservadores acabou que ressuscitando a combalida CUT – Central Única dos Trabalhadores e os demais Movimentos Sociais quando deram de bandeja o debate sobre Terceirização e Redução da Maioridade Penal.

    Em síntese, as bandeiras perdidas pela CUT e Movimentos Sociais foram reestabelecidas e chegam neste 1º de Maio sinalizando para uma nova etapa no debate político nacional podendo reverter a aprovação desses dois temas, da mesma forma que gerou novo tempo na relação da presidenta com a sociedade brasileira dando-se ao luxo de se pronunciar sobre o Dia do Trabalhador nas Redes Sociais deixando de lado a opção pelas TVs tradicionais como o mais duro recado de que não se submeterá a golpismos construídos por quem usufrui de beneficio público, como é a concessão de exploração de rádio e TV.

    Trocando em miúdos, a sabedoria popular brasileira mais a consolidada Democracia em nosso País dão demonstração de que temos sobriedade e posição firme para corrigir rumos e distorções sem a opção do Golpe.

    Este é o saldo do 1º de Maio de 2015.

    A IRA ESTÁ NA ASCENSÃO DOS POBRES

    O Brasil convive com a ira de setores da sociedade ao PT e seus adjutórios em face das grandes mudanças sociais oferecidas ultimamente pelas políticas públicas inserindo a classe pobre no mundo da cidadania consumindo tudo o que da Classe Média para cima sempre se consumiu.

    Ver pobre viajando de avião, comprando carro, tendo apto para morar, produtos eletro-eletronicos, filho de pobre estudando medicina, etc era tudo o que as mentes ricas de materialidade e pensamento pequeno não queriam.

    Como o Brasil de fato é País de exercicio da Democracia, então não tem jeito: vai ter que conviver com a igualdade, algo muito mais importante do que a distancia econômica entre pobres e ricos.

    Além do mais, as teses de Gilberto Freyre em "Casa Grande & Senzalas) anda muito atual neste últimos tempos.

    OS EFEITOS NA PARAIBA

    A votação da PEC 4330, da Terceirização, está longe de termina com seus efeitos envolvendo até os deputados federais e senadores da Paraíba.

    Vamos ter em breve a votação no Senado sabendo-se desde já que, muito além de pecha ou manobra do PT, a reação contra os parlamentares que votaram a favor da Terceirização tem espectro ideológico e de sobrevivência da classe trabalhadora envolvendo a opinião formadora de muita gente da classe média.

    Ninguém se espante se, no futuro próximo, este aspecto de posicionamento da Terceirização barre ou repercute fortemente quem ficou a favor.

    Quem viver, verá.

    SENADORES

    Agora é saber como vão votar Cássio Cunha Lima, José Maranhão e Raimundo Lira.

    ULTIMA

    "O olho que existe/ é o que vê..."



    comentários

  • postado em 23/04/2015

    A cena real do Brasil e Dilma no Nordeste

     

    Pela ordem, como tanto se diz por aí, a aprovação com emendas na Câmara Federal do projeto - de - lei da Terceirização com placar relativamente apertado - 230 a 203 votos, se comparado à primeira votação projeta uma "guerra sem igual" no Senado. É a vitória do Capital e de seus representantes reanimando o quase combalido sindicalismo brasileiro voltando a ser forte exatamente depois deste polêmico projeto a afetar as conquistas dos trabalhadores. No caso do Nordeste, Dilma Rousseff vai estar em Goiana inaugurando fábrica da FIAT - e isto tem repercussão na agenda positiva da presidenta.

     

    Mas, a quarta-feira trouxe a aprovação do Balanço da Petrobrás com prejuizo acima dos R$ 21 Bi, além do recuo de Aécio Neves na questão do Impeachment, o sumiço do delator do senador Antonio Anastasia no Caso Lava Jato e possivel "equivoco" do Juiz Moro em prender pessoa errada da familia de João Vaccari.

    DILMA, A REAÇÃO E A CAMPANHA CONTRA

    O resultado do Balanço da Petrobras apresentado apos auditoria, mesmo revelando déficit constrói "nova vida" na empresa brasileira de petróleo assumindo novo patamar politico para o Governo Dilma porque tende a tirar ela do alvo da Lava Jato.

    Com as contas apresentadas e assumidas estão fechadas, concluidas, os desvios passam a ser coisas de trato do passado, ainda que a Justiça venha a condenar envolvidos como desdobramento, porque de agora em diante são novos estágios a se alcançar blindando-se dos desvios.

    A recuperação de Dilma se dá também pelo fato dos lideres do PSDB reconhecerem inexistir fato para pedir o Impeachent da presidenta, tanto que até Aécio Neves recuou.

    O ALVO É O PT

    A pauta da Midia, de parte do Judiciário, do Ministério Público e da Policia Federal é gerar fatos seletivos somente envolvendo petistas excluindo os demais partidos e lideranças da Oposição, alguns citados em graves denúncias. O juiz Sérgio Moro, por exemplo, púne com prisão Marice Corrêa de Lima quem aparece em imagens de câmera de segurança de uma agência do Itaú fazendo depósitos de dinheiro de corrupção na conta da mulher de Vaccari; ela nega; sua irmã, Giselda Rousie de Lima, contradisse Moro e afirmou que é ela, Giselda, quem aparece nas imagens.

    Em contra-partida, o principal delator acusando o senador Antonio Anastasia foi liberado e agora está sumido sem que a PF seja mesmo diligente.

    O objetivo é implodir o PT por seus resultados nos ultimos 12 anos.

    A Grande Midia não cessa de Editoriais contra os Governos do PT e a PF não consegue prender o delator de Anastasia e o juiz Sergio Moro anda mandando prender gente errada.

    ZÉ DIRCEU, DE NOVO

    A Grande Midia voltou a querer envolver o ex-ministro José Dirceu em delação de dirigente da UTC, que teria estado com o petista, mas o próprio empresário reconheceu que nada entregou a Dirceu.

    Entretanto, a manchete explorou outra forma de "condenar" o lider petista, mais uma vez injustamente, sem provas. 

    Faz parte da demonização, diante de um PT resistente e se renovando, como se deu na aprovação do fim de doações de empresas.

    NO NORDESTE, PAUTA POSITIVA

    A presença confirmada de Dilma em Goiana-PE no proximo dia 28 é sinonimo de pauta positiva tão reivindicada pelo governador da Bahia, Rui Costa.

    O Nordeste tem jogado papel decisivo na vida da presidenta e do projeto que integra, mais por valorização de politicas sócio - econômicas transformando a cena nordestina do que qualquer outro fato, até politicas assistencialistas, como argimentam adversários.



    comentários