Walter Santos Walter Santos

Jornalista e diretor executivo do grupo WSCOM


  • postado em 10/04/2015

    Vaccari, o Delator eTemer desmontam Caso Petrobras

     

    Ao final desta quinta-feira histórica, três fatos preponderantes deram novo rumo ao famigerado Escândalo da Petrobrás com desdobramentos efetivos no Caso Lava Jato, na CPI da Petrobras e na conjuntura politico - partidária iniciando novo ciclo no Pais sentindo-se os efeitos já na proxima semana.

     

    O primeiro dos momentos mais esperados foi o depoimento do tesoureiro do PT, João Vaccari, dado na CPI da Petrobras, de onde a Oposição achava ter chegado a hora de desmoronar o PT e o Governo Dilma.

     

    Durante horas, Vaccari foi seguro e saiu da CPI sem comprometer em nada o partido e seus lideres na relação com doadores de campanha apontando legitimidade em todas as contribuições recebidas negando qualquer ilicitude e relacionamento próximo com os delatores, em especial Yousseff e Paulo Roberto Costa.

    Por mais que tivesse irritado parlamentares da Oposição, nada tirou do tesoureiro do PT a condição de ter entrado e saido da CPI de cabeça erguida.

     

    FATO NOVO DESTRUIDOR

     

    Mais tarde desta quinta-feira eis que o inesperado derrubou todo o alicerce das medidas tomadas pelo Juiz Sergio Moro de manter presos alguns empresarios, donos de construtoras, bem como a Operação Lava Jato em si, quando o delator e ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa, desdisse em juizo todas as acusações feitas em delação premiada no ano passado para cá.

     

    Com todas as letras, ele deixou evidente em depoimento que inexistiu superfaturamento das construtoras nem esquema de propinas, como ele proprio e o Yousseff diziam existir na Petrobras.

     

    Ora, diante deste novo e importante fato na atua fase do processo, e agora como ficam o Juiz Sérgio Moro e o Ministério Publico Federal, que agiram com base em informações de um Delator criminoso mas que refaz sua posição e agora revela nada existir?

     

    Quer dizer então que as autoridades judiciais e fiscalizadoras legitimaram denuncias falsas de um delator criminoso, agora sem mais ter o que acusar diante da destruição das acusações desfeitas pelo próprio acusador

    O fato é que de hoje em diante o Caso Lava Jato toma novo rumo

     

    TEMER SE CONSOLIDA COMO APAZIGUADOR

     

    Também nesta quinta-feira, outro fato politico muito relevante foi protagonizado pelo Vice-presidente da República, Michel Temer, ao sentar com o ex-presidente Lula definindo em entendimento histórico uma agenda politica negociada na direção do futuro, cuja tarefa desaguará em outro importante encontro na proxima semana com o ex-presidente FHC, cuja pauta será a mesma de Lula: a trégua politica.

     

    Trata-se de condição historica e singular porque, mesmo atores importantes do PMDB querendo manter distância do Executivo, a exemplo do presidente da Câmara Federal Eduardo Cunha, o novo papel de Temer desarma a tese de confronto e de não-participação do Governo.

     

    Na prática, os novos ventos trouxeram alivio e perspectiva positiva para o Governo Dilma e o PT.Depois de hoje, tudo vai ser diferente.

     

    ULTIMA

     

    "A justiça tarda/ mas não falha..."



    comentários

  • postado em 26/03/2015

    A nova fase de expansão de imagem de RC

    A nova fase de expansão de imagem de RC

    Ainda repercute em Brasilia, a performance do conjunto dos governadores do Nordeste de apoio explicito à governabilidade do mandato da presidenta Dilma Rousseff com compromisso velado de reunirem todas as bancadas dos 9 estados dia 15 de abril próximo para aprovar as medidas que a conjuntura está a exigir.
    Neste processo, com base no que se processou nas duas reuniões existentes ontem os governadores, distinga-se a escolha feita por eles para que fossem oficialmente representados pelo governador da Paraiba, Ricardo Coutinho, ao lado do Ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante.

    A rigor, os governadores tiveram uma longa reunião com a presidenta alinhando 5 pontos para atender as urgências do Nordeste incluindo créditos externos, manutenção doa investimentos no PAC, Convivencia com estiagem, etc, mas nada foi mais importante do que o apoio politico à Dilma.

    Numa fase em que setores da Oposição mais Midia tentam puxar o Brasil para baixo, os governadores chegam numa hora determinante para buscar impor nova agenda positiva.

    E neste particular, abstraindo humores politicos, Ricardo Coutinho se credenciou para fora do Nordeste como liderança emergente com aval dos 9 outros governadores. Isto ficou muito claro no dia de ontem, no Palácio do Planalto.

    É a partir deste novo status que o PSB passa a contar e ter uma alternativa na direção do futuro, já que depois da morte de Eduardo Campos não havia a ocupação do espaço por outra figura do partido.

    Em sintese, queiram ou não queiram, Ricardo passa a ter outro nivel e tamanho de agora em diante: Nacional.



    comentários

  • postado em 23/03/2015

    A paranoia toma conta da classe política

    A sucessão de fatos negativos registrados nos últimos tempos no Brasil, tanto na esfera nacional quanto da base estadual ou municipal, fez com que o instrumento mais forte da modernidade, o telefone celular, passasse a ser tratado pela classe política como o grande vilão da temporada. Ninguém quer mais falar ao celular.

    Como parte das investigações produzidas pelos organismos de fiscalização pública passa pelo acesso aos diálogos nos celulares, é elementar admitir que do soldado raso ao general todo mundo agora criou a mania de não mais ter interesse de falar no Móbile.

    De alguma forma, o medo de falar sobre algum assunto financeiro ou mesmo de acordo negocial possa ser tratado como interpretação de negociações envolvendo, sobretudo, parlamentares e pessoas de expressão pública, resultado, é que ninguém consegue mais conversa prolongada com muita gente da classe política.

    O horror ao flagrante de alguma conversa indecorosa é tanta que, a maioria prefere tratar do que for, mesmo entendimentos comerciais que fazem parte do processo, na condição presencial.

    Este é o reflexo direto do significado para o bem e mal presente na ferramenta tecnológica sensacional, o dito cujo celular.
     



    comentários