Nordeste

CORONAVÍRUS: Governadores do NE aguardam chegada de equipamentos e reforçam a necessidade do isolamento social

Governador do Ceará ressaltou a importância do isolamento social, listou as ações em movimento e reafirmou da importância de se respeitar o decreto estadual, renovado por mais 15 dias.

06/04/2020


REVISTA NORDESTE – Após reunião via videoconferência com os governadores do Nordeste, o chefe do Executivo do Ceará, Camilo Santana, utilizou as redes sociais nesta segunda-feira (6) para conversar com os cearenses sobre as medidas de combate contra o coronavírus no Ceará. Ressaltou também a importância do isolamento social, listou as ações em movimento e reafirmou da importância de se respeitar o decreto estadual, renovado por mais 15 dias.

Encontro – “Na reunião com os governadores, Camilo frisou dois pontos que os preocupam, a compra de equipamentos na China e o pagamento da Renda Emergencial que deve atender a 2,8 milhões de pessoas aproximadamente.

“Temos sempre nos reunido para avaliar ações de combate ao coronavírus na região, e constatamos hoje duas preocupações, e que precisam ser resolvidas o mais rápido possível. A primeira é a dificuldade de comprar equipamentos e insumos. Na verdade já até temos uma quantidade considerável já comprada de forma antecipada, mas ainda não entregue pela China. Nesse caso, até os países mais ricos do mundo estão com dificuldade também de receber respiradores, máscaras, e outros equipamentos. Mas nós estamos aguardando para os próximos dias a remessa desses produtos já negociados, e que será de suma importância, não só de equipamentos de proteção individual para os profissionais de saúde, mas também para toda a cadeia de saúde do Ceará. A segunda questão é para que haja agilidade da liberação do pagamento da Renda Emergencial de R$ 600,00 – e que pode chegar até em R$ 1.200,00 para mães que são as provedoras da família -, pelo Governo Federal. Esses valores ajudarão autônomos e desempregados, aqueles que mais estão sofrendo com a crise econômica,” explicou Camilo.

Isolamento social – O governador falou sobre a prorrogação do decreto estadual por mais 15 dias, e sustentou a importância do isolamento social. “O novo decreto tem o objetivo de evitar aglomerações e focar na medida que mais previne a doença no mundo: o isolamento social. Constantemente estou recebendo muitas denúncias de desrespeito ao decreto, as pessoas acham que a doença não chegou ainda, mas já chegou, o vírus é invisível e tudo que estamos fazendo é para garantir que as melhores recomendações dos profissionais do mundo inteiro sejam cumpridos no Ceará.”

Máscaras caseiras – “Nós já temos recebido e estamos repassando aos profissionais de saúde, que estão na linha de frente do enfrentamento, os itens que muitas empresas cearenses estão produzindo: máscaras, toucas, batas e outros equipamentos de proteção individual. Por outro lado a Prefeitura de Fortaleza está à frente de um edital, com apoio do Governo do Ceará, para que se possam produzir máscaras caseiras com o objetivo de distribuir para a população mais vulnerável da Capital. Já temos a intenção de estender a iniciativa para todos os municípios cearenses, como uma forma de gerar renda e incentivar pequenos e micro empreendedores, além de ser uma forma mais barata de conseguir proteger aqueles que precisam,” apontou o governador.

Novos Leitos – Camilo Santana listou também o significativo aumento na oferta de leitos no Estado, incluindo um novo hospital, quatro hospitais de campanha e o fortalecimento dos hospitais regionais no interior, totalizando 574 leitos no Ceará. “Já temos em funcionamento o hospital Leonardo da Vinci com 230 leitos para atender exclusivamente pacientes com o coronavírus; Outros 150 leitos são provenientes de hospitais de campanha anexados às estruturas do Hospital Geral de Fortaleza (HGF), Hospital do Coração, Hospital Geral Cesar Cals e Albert Sabin; No interior são mais 150 leitos, sendo 50 em cada hospital regional – Sobral, Quixeramobim e de Juazeiro do Norte; Para finalizar, por hora, mais 44 leitos em parceria com a Prefeitura de Fortaleza com o IJF2.”

Ações Sociais
Dentre as ações sociais já implementadas pelo Governo do Ceará, Camilo Santana citou o pagamento da conta de luz para 534.510 famílias de baixa renda pelos próximos três meses, além da garantia de não haver corte; garantiu a suspensão da conta de água para 338 mil famílias baixa renda por três meses, a suspensão da taxa de contingência em Fortaleza e RMF pelo mesmo período; e lembrou da antecipação do pagamento do benefício do Cartão Mais Infância para quase 50 mil famílias carentes.

Já para as empresas, o governador falou da dispensa do pagamento do imposto para micro e pequenas empresas do Ceará, Prorrogação do prazo de licenças fiscalizatórias, validade de prorrogações de certidões negativas, suspensão na dívida ativa do estado entre outras ações.

CHAT e TeleSaúde
“Você já conhece o TeleSaúde, central de atendimento telefônico 24 horas para tirar todas as dúvidas da população no 0800 275 1475. Mas quero dizer para vocês que agora temos uma novidade, nós criamos o CHAT, uma espécie de consulta 100% online. Basta acessar o coronavirus.ceara.gov.br/ que uma sala de bate-papo abre para conversar com um especialista, e se for necessário, se transfere para um médico.” O serviço está disponível também no portal do Governo do Ceará (ceara.gov.br), da Secretaria da Saúde (saude.ce.gov.br) e no Facebook Messenger da Sesa.

Boletim – Segundo o boletim da Secretaria de Saúde (Sesa), chegamos a 1.023 casos no Ceará, com 31 óbitos confirmados, números lamentados pelo governador. “Isso quer dizer que de forma transparente, o Ceará é um dos estados que mais testa no Brasil. Importante dizer que, aqueles que estão e não apresentam os sintomas, o encaminhamento é o isolamento total. Hoje com o nosso sistema ampliado, já podemos receber aqueles pacientes mais graves, por exemplo, a pessoa que tem os sintomas, e está com problemas respiratórios, urgentemente procure uma unidade de saúde pública. Quando o vírus chega e causa problemas respiratórios, a doença atinge o paciente com uma velocidade muito forte, então, por favor, procure um atendimento p mais rápido possível”, recomendou Camilo.

União – Estamos vivendo um momento novo para o mundo inteiro, não há uma solução mágica para isso, mas é preciso solidariedade e união. É preciso que todos os setores se unam com um único objetivo, que é combater um inimigo invisível, que pode matar e que pode prejudicar muitos dos irmãos e irmãs cearenses. Portanto eu quero aqui pedir aos empresários, setor produtivo, a sociedade, prefeitos, vereadores, deputados, enfim, todos. Vamos nos unir com um único objetivo, sem ideologia partidária, ou visão ideológica, o que há é um enfrentamento para garantir que a gente possa fazer essa travessia com os menores riscos e danos possíveis. Para isso é preciso a colaboração de cada um de vocês, para quem juntos possamos vencer essa pandemia, um momento difícil do Ceará, do Brasil e do mundo”, finalizou Camilo Santana


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.