Brasil

Covid-19 dispara em Santa Catarina. Florianópolis está sob risco ‘gravíssimo’

07/11/2020


247 – Até a última quinta-feira(5), Santa Catarina registrava 2.007 novos casos diários de Covid-19. “Estamos atentos ao aumento de casos, mas, se a tendência é de piora ou estabilidade, veremos nas próximas semanas”, afirma Maria Cristina Willemann, epidemiologista do Centro de Operações do estado.

A região de Florianópolis está sob risco potencial gravíssimo, com a cor vermelha no mapa estadual de monitoramento. A maioria das regiões está sob alerta de potencial grave (laranja), mas uma matriz de risco usada internamente pela Secretaria da Saúde indica que outras regiões podem se agravar na próxima semana. A capital é a segunda com mais casos. Joinville é a primeira e Blumenau, a terceira, informa a jornalista Paula Sperb na Folha de S.Paulo.

A capital catarinense vive a segunda onda da Covid-19, segundo Oscar Bruno Romero, professor de doenças infecciosas e vacinas do Departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Florianópolis ainda não chegou ao topo desta segunda onda, mas os casos não param de crescer.

Nesta sexta (6), Jair Bolsonaro participou de uma solenidade de formatura da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Florianópolis. O ato desrespeitou a portaria estadual publicada em 23 de outubro que proíbe eventos sociais em regiões de risco gravíssimo, como a capital catarinense. Em regiões de risco “grave”, eventos podem ser realizados com até 30% do espaço.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.