Brasil

Dallagnol será julgado por ter cometido irregularidades na Lava Jato

O julgamento ocorrerá no Conselho Nacional do Ministério Público

17/08/2020


Deltan Dallagnol, chefe da Lava Jato, poderá sofrer punição no julgamento nesta terça-feira (18), por ter cometido irregularidades na condução da Operação Lava Jato em Curitiba.

O julgamento ocorrerá no Conselho Nacional do Ministério Público. Existem três procedimentos que envolvem Dallagnol pautados para a sessão, entre eles um pedido de remoção por interesse público.

O chefe da Lava Jato chegou a recorrer ao Supremo Tribunal Federal para travar dois deles – ações disciplinares movidas por Renan Calheiros (MDB-AL) e Kátia Abreu (PP-TO) que envolvem publicação nas redes sociais e supostas atitudes de promoção pessoal. O terceiro tem relação com o powerpoint contra Lula.

Às vésperas do julgamento, procuradores e promotores lançaram manifesto reagindo à possibilidade de punição e defendendo a “importância das garantias constitucionais da inamovibilidade e da independência funcional para o regular cumprimento das suas relevantes funções em defesa da sociedade”, informa a coluna do Estadão.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.