Brasil

Desembargador é flagrado novamente sem máscara e ironiza papel dos guardas

Siqueira não negou a presença no local e ainda debochou dos guardas, alegando que "não dá bola" e que eles "poluem a praia"

06/08/2020


O desembargador Eduardo Siqueira, flagrado em vídeo humilhando um guarda civil municipal (GCM) após ser abordado por não usar máscara em Santos, no litoral de São Paulo, foi visto novamente desrespeitando o decreto. Em imagens divulgadas pelo portal G1, o magistrado aparece sem máscara em uma praia da cidade. Siqueira não negou a presença no local e ainda debochou dos guardas, alegando que “não dá bola” e que eles “poluem a praia”.

O registro foi feito na manhã da quarta-feira (5) por uma moradora da cidade que prefere não se identificar. Ela relata que o desembargador estava caminhando pela faixa de areia, com a máscara no pescoço. A cena durou cerca de 20 minutos.

De acordo com o G1, quando procurado, o desembargador não confirmou que estava na praia, mas não negou ao ser questionado, afirmando que não lembrava. Ele indicou que estava trabalhando no dia citado.

O caso
No dia 18 de julho, Siqueira foi flagrado humilhando um agente da GCM de Santos, após ser multado por não utilizar máscara enquanto caminhava na praia. No vídeo, feito por um dos guardas, ele chama um deles de “analfabeto”, chegando a rasgar a multa e jogar o papel no chão. Por fim, a forma que o desembargador encontrou de sair da situação foi dando uma “carteirada” ao telefonar para o secretário de Segurança Pública do município, Sérgio Del Bel.

A Prefeitura de Santos afirmou estar prestando total apoio à equipe que fez a abordagem.

Na época, uma nota foi emitida pelo desembargador Eduardo Siqueira informando que o vídeo é verdadeiro, mas alegando estar fora de contexto. Ele disse estar sendo perseguido e ser vítima de uma armação.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.