Brasil

Edinho Barbosa, líder da LINK Propaganda, conceitua ajustes na agenda de Lula e prevê líder petista no segundo turno de 2022

Por Walter Santos

O multimidia e publicitário Edinho Barbosa, líder da LINK Propaganda, conceitua a realidade do Brasil com a decisão do ministro Edson Fackin, do STF, anulando todo processo contra o ex-presidente Luiz Inacio Lula da Silva no caso da Lava Jato como um instante raro e importante para o futuro progressista no Pais, mesmo projetando Lula no segundo turno em 2022.

– Com Lula no jogo, o campo progressista precisa baixar as armas, ter a humildade de refletir sobre a gravidade extrema do momento que a nação atravessa e ser capaz de ofertar à sociedade um projeto contemporâneo de organização do estado brasileiro, comentou.

Para ele, a decisão do Ministro Edson Fachin, restabelecendo os direitos políticos do presidente Lula, ” oferece à democracia brasileira uma oportunidade de sobrevivência muito importante”.

Segundo ele está claro: ” Não pode mais ser um jogo pequeno do nós contra eles, da fulanização, da repetição da vulgaridade presente no antidebate político, da regência da especulação rasa das pesquisas quantitativas, das conjunturas, das circunstâncias óbvias”.

Por fim disse que ” não há o que ostentar em euforia com a decisão de Fachin, antes disso, refletir sobre o acerto técnico da decisão judicial, na linha do tempo da justiça, na razoabilidade que a letra da lei deve garantir ao Estado, sempre”.

E conclui: ” Na política eleitoral, haja “panos pra manga”. Lula X Bolsonaro. O segundo turno das presidenciais de 2022 parece que está escrito nas estrelas. A conferir.”


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp