Nordeste

Fátima Bezerra mantém reabertura de comércios prevista para esta quarta (22) e cobra fiscalização contra aglomerações: “inadmissível”

Após aglomerações registradas em praias no fim de semana, Executivo convocou reunião com prefeituras de 22 cidades e empresários do turismo

21/07/2020


Governadora do RN, Fátima Bezerra (PT) convoca municípios para discutir sobre aglomerações nas praias durante pandemia — Foto: Reprodução

A governadora do Rio Grande do Norte Fátima Bezerra (PT) confirmou que está mantida para esta quarta-feira (22) a continuidade do plano de reabertura econômica, com a fração da segunda fase. Porém, ela voltou a cobrar fiscalização por parte das prefeituras dos municípios, após aglomerações terem sido registradas durante o fim de semana em vários pontos da orla potiguar.

Uma reunião foi marcada para a tarde desta terça (21), com os 22 municípios litorâneos do estado, representantes de setores econômicos da área do turismo, bares e restaurantes, além do Ministério Público. De acordo com Fátima, o objetivo é discutir as aglomerações registradas no último fim de semana, consideradas por elas como “inadmissíveis”.

“Com relação a essa etapa de quarta-feira [22], não é uma nova fase, é uma fração, uma pequena parte que está prevista, portanto deve continuar. Diferente daqui a oito dias que é uma nova fase dentro do contexto de retomada das atividades econômicas”, disse nesta terça, durante a entrevista coletiva realizada diariamente pelo governo para atualizar os dados sobre a pandemia do novo coronavírus no estado.

Para esta quarta, na segunda fração da segunda etapa do plano, é prevista a autorização para reabertura de shoppings e centro comerciais sem uso de ar-condicionado, bem como lojas “com porta para a rua” e mais de 600 metros quadrados.

Já para a primeira fração da terceira fase, marcada para o dia 29, estão incluídos serviços de alimentação com tamanho superior a 300 m², além de bares e barracas de praia.

Até esta segunda-feira (20), oficialmente, o Rio Grande do Norte registrava 43.957 casos confirmados de Covid-19 e 1.585 mortes pela doença desde o início da pandemia. Os dados são do boletim da Secretaria Estadual de Saúde Pública do RN (Sesap).

Fiscalização

Fátima afirmou que todos os órgãos de segurança do estado foram colocados à disposição dos municípios para ajudar na fiscalização, mas disse que cabe às prefeituras fazerem esse trabalho.

“Essas cenas de aglomerações como a que nós vimos nesse fim de semana, por exemplo, em Ponta Negra, essas cenas de aglomerações nas filas da Caixa Econômica, isso não pode, de maneira nenhuma, continuar. Sob pena de por em risco todo o trabalho de prevenção que a gente vem realizando até o presente momento. É por isso que nós convocamos essa reunião”, disse. De acordo com a governadora, todos os 22 municípios convocados confirmaram participação.

“As prefeituras tem um papel fundamental. As prefeituras avocam para si a prerrogativa de adotar medidas no plano local. Algumas prefeituras como a de Natal foram inclusive à Justiça, para que pudesse legislar sobre as medidas no plano local, inclusive de flexibilização, como fizeram. Essas mesmas prefeituras que flexibilizam as medidas, as elas devem ser cobrados igualmente o cumprimento da fiscalização das normas existentes”, declarou.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.