Maranhão

Flávio Dino anuncia investimento de R$ 558 milhões em plano para retomada da economia no Maranhão

O Plano Emergencial de Empregos (PEE) recebeu o nome de Celso Furtado, em homenagem ao economista paraibano e fundador da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste

20/08/2020


Foto: Reprodução/Governo do Maranhão

O governo do Maranhão anunciou, nesta quinta-feira (20), a implantação de um plano emergencial para retomada da economia e geração de empregos no estado, que sofreram impactos causados pela pandemia da Covid-19. Ao todo, serão investidos R$ 558 milhões em obras e compras públicas.

O Plano Emergencial de Empregos (PEE) recebeu o nome de Celso Furtado, em homenagem ao economista paraibano e fundador da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). Os investimentos serão realizados entre os meses de agosto a dezembro deste ano.

O repasse terá como fonte o tesouro estadual, fundos estaduais e federais. Além disso, o projeto também prevê a adoção de uma série de medidas fiscais no estado como a anistia, parcelamento, desconto em multas e juros de créditos tributários.

Uma das principais metas, segundo o governo, é a manutenção do mesmo número de empregos criados no mesmo período de 2019, que foi de 62.927 admissões.

Os repasses serão para as áreas de infraestrutura, educação, saúde, cultura, esporte, lazer, meio ambiente, habitação, segurança pública, agricultura familiar, desenvolvimento social, economia solidária e agricultura e pesca (veja detalhes por área mais abaixo).

Em entrevista coletiva, o governador Flávio Dino (PCdoB), afirmou que serão priorizadas obras nas áreas da saúde – como a construção de hospitais e policlínicas -, além da criação do programa Emprego Jovem, que deve criar mais de 2 mil vagas no mercado de trabalho. O projeto de Lei para a criação do programa ainda será enviado para a Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema).

“Nós queremos zerar o efeito recessivo da pandemia do coronavírus, compensá-lo integralmente e garantir que nos possamos sinalizar qual é o caminho da retomada”, disse o governador.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.