Ceará

Fortaleza ganha policlínica com capacidade para 8 mil consultas e 3 mil exames mensais

A unidade de saúde vai ofertar atendimento em 13 especialidades médicas e exames variados. O equipamento possui 26 consultórios e foi o terceiro inaugurado na Capital

15/09/2020


Revista Nordeste

Construída em uma área de 8.500 m², a Policlínica Dr. Luiz Carlos Fontenele, no bairro Passaré, foi inaugurada na manhã desta segunda-feira (14) com as presenças do governador Camilo Santana e do prefeito Roberto Cláudio. Com investimento de aproximadamente R$ 28 milhões, o equipamento possui 26 consultórios e terá capacidade para ofertar oito mil consultas e três mil exames todo mês, ampliando o atendimento da Rede de Atenção Especializada para o público adulto e pediátrico.

Para o governador Camilo Santana, garantir uma estrutura adequada à população na área da saúde é uma tarefa que Fortaleza vem conseguindo solucionar. “O desafio da saúde é enorme de garantir qualidade e atendimento a todos os fortalezenses pelo Sistema Único de Saúde. Essa policlínica faz parte da complementação de uma rede de atendimento. O cidadão vai ao posto de saúde e é encaminhado para vir à policlínica, isso tudo regionalizado dentro de Fortaleza. Com trabalho, esforço, dedicação e planejamento Fortaleza está cada vez mais melhorando o atendimento na área da saúde”, destacou.

Essa é a terceira policlínica aberta em Fortaleza. Há uma outra para ser entregue nos próximos 30 dias. De acordo com Roberto Cláudio, o sistema adotado é importante para prevenir agravamento do quadro de saúde de cidadãos que utilizam o serviço público. “É um equipamento com padrões de qualidade que não deixa a desejar a qualquer equipamento privado de saúde aqui de Fortaleza. Fazer com que tenha uma lógica de integração com o que acontece no posto de saúde. Acompanhar os pacientes que tenham doença crônica e que precisem fazer um exame para identificar alguma complicação e agir precocemente, inclusive evitando uma internação hospitalar”, disse o prefeito.

Policlínica

O atendimento será ofertado em 13 especialidades médicas. O espaço conta com locais para terapias coletivas, sala de espera, auditório para educação permanente, refeitório, setor administrativo, banheiros sociais com acessibilidade, além da sala de observação e de recuperação de procedimentos. A policlínica também terá local designado para tratar pacientes hipertensos, diabéticos e na linha do cuidado ao pré-natal de alto risco com a assistência integrada de equipes multidisciplinares.

Pessoas com IST, AIDS e hepatites virais contarão com o Serviço Ambulatorial Especializado (SAE). A policlínica também está equipada com um Centro Especializado em Reabilitação Física e Auditiva do Tipo II, um centro cirúrgico para pequenos procedimentos de baixa complexidade, fazendo com que a população possa receber atendimento desse porte mais perto de casa.

A policlínica possibilitará que a população realize exames como tomografia computadorizada, ultrassonografia, endoscopia, mamografia, densitometria óssea, laringoscopia, eletrocardiografia, eletroencefalografia, ecocardiografia, radiologia, holter, mapa, audiometria, mapeamento de retina, entre outros.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.