Brasil

Governadores vão cobrar a Eduardo Pazuello incorporação de vacina chinesa ao SUS

O presidente do Consorcio NE, governador Wellington Dias, e demais chefes de Executivo, a exemplo do governador da Paraíba, João Azevedo, confirmam participação na reunião com Pazuello onde devem realizar a cobrança

20/10/2020


Estande exibe vacina CoronaVac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac, e candidata à imunização efetiva contra o novo coronavírus Foto: TINGSHU WANG / REUTERS

Revista Nordeste

Diversos governadores estaduais, inclusive os nove que compõem o Consórcio Nordeste, confirmam presença na audiência virtual com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, onde vão pressionar o Governo Federal a incorporar a vacina chinesa Coronavac ao programa de imunização do Sistema Único de Saúde (SUS).

O presidente do Consorcio NE, governador Wellington Dias, e demais chefes de Executivo, a exemplo do governador da Paraíba, João Azevedo, confirmam participação na reunião.

Sobre a vacina
A Coronavac é desenvolvida pela empresa chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, em São Paulo. “É uma vacina muito segura, isso já é esperado pela própria tecnologia envolvida nessa vacina. Na realidade, neste momento, é a vacina que tem o perfil de segurança melhor entre todas as vacinas que estão sendo testadas”, afirmou Dimas Covas, diretor do Butantan.

A vacina Coronavac ainda está em testes entre profissionais de saúde brasileiros. Até agora, nove mil voluntários já participaram da pesquisa. A meta é envolver 13 mil pessoas na pesquisa. A vacina terá inicio em sua fabricação neste mês e até o final do ano o Instituto terá até 46 milhões de doses prontas.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.