Nordeste

Governo de Alagoas fortalece Segurança Pública com investimento de mais de R$ 143 milhões

Ações realizadas ao longo dos últimos cinco anos garantiram redução histórica da violência no estado; veja onde os recursos foram aplicados

27/08/2020


Imagem reprodução

Revista Nordeste

Alagoas vive um novo momento na Segurança Pública, com o maior conjunto de investimentos da história, segundo o governo que, em contrapartida, garante reduções significativas da violência. De 2015 até agora, o Governo do Estado já investiu mais de R$ 143 milhões na aquisição de equipamentos, construção e reforma de prédios, além de desenvolvimento de tecnologias, que beneficiam diretamente mais de 3 milhões de alagoanos.

Ao longo dos últimos cinco anos, os prédios antigos que não ofereciam condições de trabalho dignas aos servidores vêm dando lugar aos Centros Integrados de Segurança Pública (CISP), que trazem em sua essência a política de integração policial. Com isso, policiais civis e militares trabalham em modernas instalações, que também garantem conforto e segurança à população que precisa dos serviços. Ao todo, já estão em funcionamento 25 unidades em todas as regiões do estado.

Para as construções, foram investidos mais de R$ 62 milhões de recursos próprios. Os Centros Integrados chegam a reduzir em 80% a violência e outros delitos no município onde são instalados, além de reforçar as estratégias de segurança em todo o interior, o que contribui no combate a organizações criminosas.

Além disso, o Estado regulamentou o serviço extra para policiais militares, com o programa Força Tarefa. Desde sua criação, em 2017, mais de R$ 25 milhões foram investidos com o pagamento a policiais que se voluntariam para serviços extras, aumentando o efetivo nas ruas. O programa tem sido de extrema importância para a diminuição da violência e tem contribuído para a presença das forças de segurança em todos os municípios, garantindo a redução de homicídios e outros crimes.

Outra frente de investimento foi a reforma e a construção de batalhões, delegacias, grupamentos de salvamento e de perícia forense. Neste pacote, foram investidos R$ 38 milhões, o que garantiu uma melhoria exponencial na estrutura física de todas as forças de segurança.

De forma inédita, o Governo também proporcionou às Polícias Civil e Militar modernos equipamentos de proteção individual (EPIs) e armamentos qualificados para atuar de forma mais eficiente na repressão ao crime. Mais de R$ 13 milhões garantiram a aquisição de pistolas, fuzis, submetralhadoras, coletes balísticos e munição.

Maior capacidade operacional garante redução histórica da violência

Atuando de forma integrada, as Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Perícia Oficial e o Grupamento Aéreo são responsáveis por transformar o cenário da Segurança Pública em Alagoas. Desde 2015, o Estado tem alcançado reduções nos índices de homicídios e crimes contra o patrimônio, além de combater organizações criminosas, sendo tido como um exemplo para o país.

Em 2019, o ano encerrou com 1.186 homicídios, o menor número da série histórica, conforme dados do Núcleo de Estatística e Análise Criminal (NEAC). Comparando com o ano de 2014, que registrou um total de 2.199 homicídios, constata-se que mais de mil vidas foram poupadas com as políticas de segurança assertivas.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.