Nordeste

Governo do Ceará garante vale alimentação a 423 mil alunos da Rede Estadual de Ensino

O Governo do Estado distribuirá um cartão vale alimentação para 423.000 alunos da Rede Estadual de Ensino, no valor de R$ 80,00, cada.

09/04/2020


REVISTA NORDESTE – O governador do Ceará, Camilo Santana, usou suas redes sociais nesta quinta-feira (9) para anunciar mais uma medida social importante nesse período de pandemia do novo coronavírus. O Governo do Estado distribuirá um cartão vale alimentação para 423.000 alunos da Rede Estadual de Ensino, no valor de R$ 80,00, cada. Além do anúncio, o governador listou as ações sociais já implementadas, e mostrou uma pesquisa da UFC e Secretaria da Saúde que ressalta a importância do isolamento social.

Vale-alimentação
O governador fez mais um anúncio de ação social, agora beneficiando os alunos da rede estadual de ensino, e ressaltou que, durante esse período tão difícil de enfrentamento ao coronavírus, trabalha com duas frentes, uma com ações na saúde, e outra focada no social, para proteger e acolher as famílias mais vulneráveis do Ceará. Além disso, informou que o Auxílio Emergencial do governo federal já começou a ser liberado, se caracterizando como essencial para que os mais pobres consigam fazer essa travessia de forma digna. “Vamos beneficiar 423.000 alunos da Rede Estadual de Ensino com um cartão de vale alimentação no valor total de R$ 80,00 para cada estudante. Como as escolas estão fechadas, podemos assim garantir o alimento para esses alunos durante o período de 30 dias que as aulas estão suspensas”, anunciou Camilo.

Essa ação se junta à isenção de água e esgoto para 338 mil famílias da tarifa social, gratuidade na conta de energia para 534 mil famílias de baixa renda, distribuição de 200 mil botijões de gás para famílias carentes, antecipação do pagamento do Cartão Mais Infância para cerca de 50 mil mães cearenses. Nesse conjunto de ações, estima-se que 2,5 milhões de cearenses de famílias mais vulneráveis estão sendo beneficiados.

Reuniões virtuais
Governador relembrou que se reuniu com 130 prefeitos do Ceará, e que taxou de fundamental a participação do gestor municipal, promovendo ações em cada uma de suas cidades, tentando evitar ainda mais a propagação do vírus. “Os municípios precisam estar preparados assim como o estado está fazendo, pois já são 45 municípios confirmados com casos de coronavírus, inclusive com óbitos no interior.”

Camilo falou sobre duas longas conversas que teve de ontem para hoje com o ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, e este manifestou total apoio às ações do Governo do Ceará. “Ele colocou o ministério à disposição do nosso Estado no que tivesse ao seu alcance, e prometeu que está enviando equipamentos ainda hoje ao Ceará. A nossa preocupação é de ampliar os nossos leitos, além dos quase 600 que já ampliamos, mas para isso precisamos de equipamentos. E essa é a grande dificuldade, de comprar e receber, acontece no mundo inteiro, e no Brasil não é diferente”, explicou Camilo.

O governador do Ceará também listou outras importantes reuniões, com governadores de outros estados, com o presidente da câmara, Rodrigo Maia, e do senado federal, Davi Alcolumbre, para que os projetos que estão no congresso nacional sejam votados o quanto antes.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.