Ceará

Governo do Ceará vai comprar 200 mil botijões de gás para doar às famílias carentes

07/04/2020


Parceria com a Nacional Gás permite compra do botijões a preço de custo pelo Governo do Ceará. Durante a semana serão anunciados os critérios de distribuição para as famílias mais vulneráveis

O governador Camilo Santana anunciou, em pronunciamento nas redes sociais, que o Governo do Ceará vai comprar 200 mil botijões de gás para distribuir entre as famílias mais vulneráveis do Estado. Além da ação social, o governador comentou sobre duas reuniões virtuais importantes; com o Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus, formado por 25 órgãos e instituições do Ceará, e com o Conselho de Governança Fiscal do Ceará. Os compromissos tiveram um objetivo em comum; buscar alternativas e medidas que ajudem não apenas a minimizar os impactos da pandemia, como ações para combater a disseminação da covid-19 no Ceará.

200 mil botijões de gás

Camilo relembrou que no período de pandemia o Governo do Ceará já está pagando contas de água e esgoto de 338 mil consumidores de baixa renda pelos próximos três meses, assim como a energia de cerca de 534 mil famílias que possuem a conta social, e fez mais um anúncio de mais uma importante ação social.

“O Governo do Estado vai comprar 200 mil botijões de gás, item que é fundamental para as famílias cearenses, principalmente aquelas de baixa renda, pelo valor que hoje está sendo vendido o botijão, e vamos entregar um vale para que as famílias mais vulneráveis do Ceará possam retirar esse benefício durante esse período tão difícil. Essa ação é uma parceria com a empresa cearense Nacional Gás Butano, que vai fornecer o produto a preço de custo ao Estado. Ou seja, sem nenhum lucro para a empresa. Quero aqui fazer um agradecimento ao Abelardo Queiroz, presidente do conselho da empresa, pois esse é um momento de parceria, de formar uma corrente de solidariedade, de todos darmos as mãos para ajudar aos que mais precisam no Ceará”, agradeceu Camilo.

O governador falou ainda que nessa semana irá apresentar os critérios para recebimento desse benefício, garantindo prioridade para as famílias mais vulneráveis do Estado.

Reuniões virtuais

Camilo participou de duas importantes reuniões via videoconferência nesta terça-feira (7). Com o Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus, formado por 25 órgãos e instituições do Ceará. “Estamos cada vez mais firmes e unidos para conduzir esse processo da forma mais eficaz para minimizar os impactos da pandemia em nosso Estado. Já investimos na compra de equipamentos, EPIs e entregamos novos leitos no Ceará, mas vamos continuar trabalhando para combater o coronavírus. Nesse momento é importante ter união, praticar o diálogo, ter o envolvimento com cada instituição, pública e privada, para que possamos estar alinhados no processo. Precisamos superar as diferenças ideológicas, partidárias e políticas, para todos estarmos unidos para combater esse inimigo invisível e proteger a população cearense”.

O outro momento foi com os órgãos que compõem o Conselho de Governança Fiscal do Ceará, para discutir formas de redução das despesas de todos os órgãos públicos diante da grave crise econômica decorrente da pandemia do coronavírus. “O objetivo é que haja economia, mas garantindo que os serviços essenciais à população não sejam comprometidos, e que o Estado continue cumprindo todas as suas obrigações, inclusive pagando os salários em dia, mesmo diante da grande queda de arrecadação”, explicou Camilo.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.