Nordeste

João Azevêdo diz não há definição de volta às aulas presenciais para rede pública de ensino na Paraíba

O chefe do Executivo paraibano demonstrou preocupação com uma possível segunda onda de contágio pela Covid-19 no Estado

31/08/2020


Revista Nordeste

O governador João Azevêdo (Cidadania) declarou nesta segunda-feira (31), que ainda não há definição sobre a volta às aulas presenciais na Paraíba. O chefe do Executivo paraibano demonstrou preocupação com uma possível segunda onda de contágio pela Covid-19 no Estado.

“Não há definição clara de abertura ou não das aulas presenciais. Estamos em análise no momento e sabemos que é preciso ter muito cuidado para que não tenhamos uma segunda onda de contágio”, disse.

Ele comentou o protocolo de retorno divulgado na última semana pelo Governo do Estado, que não significa uma sinalização para volta imediata.

“Esse protocolo sanitário que aprovamos é para que as pessoas entendam que existe um estudo para que, quando houver condições, voltaremos as aulas presenciais”, disse.

Protocolo

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), divulgou na última sexta-feira (28) o protocolo do novo normal para o segmento de educação. O documento traz recomendações e orientações técnicas e legais referentes à prevenção e ao controle da Covid-19 nos estabelecimentos escolares. A existência deste protocolo sanitário dedicado ao setor não determina sua abertura.

protocolo do novo normal para o segmento de educação traz orientações de distanciamento social, higiene pessoal, limpeza e higienização de ambientes e o monitoramento das condições de saúde para os estudantes e funcionários.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.