Internacional

Joe Biden chega a Washington para tomar posse: ‘São tempos sombrios, mas sempre há luz’, diz

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, fez seu último discurso em Delaware nesta terça-feira (19) antes de embarcar para Washington DC, onde ele será empossado na quarta-feira como o 46º presidente do país.

“Eu sei que estes são tempos sombrios, mas sempre há luz”, disse Biden. Ele chegou à capital americana no fim da tarde, onde deve fazer novo discurso ainda nesta terça-feira.

Em Delaware, ele falou em um evento organizado dentro do quartel da Guarda Nacional do estado, que leva o nome de seu filho, Joseph R. “Beau” Biden III, que morreu de câncer em 2015.

Biden disse ser importante que sua viagem partisse de Delaware. Apesar de ter nascido em Scranton, no estado da Pensilvânia, foi em Delaware que ele viveu a maior parte da sua vida.

“É profundamente pessoal que nossa próxima jornada para Washington comece aqui”, disse o democrata.

Inicialmente, Biden viajaria para a capital americana de trem, em um ato simbólico para representar o trajeto que fez durante 36 anos como senador, mas essa opção foi descartada por medida de segurança.

Clima de tensão
Por conta das medidas para conter o avanço da pandemia do coronavírus, e também pela crescente tensão na capital americana após a invasão do Capitólio por extremistas no início do mês, a cerimônia não será aberta ao público, mas será transmitida pela televisão e internet.

Todas as ruas do centro da cidade terão o tráfego interrompido, e apenas pessoas autorizadas poderão circular pela região. Mais de 25 mil agentes da Guarda Nacional foram deslocados para a cidade para apoiar as ações de segurança.

Diversos monumentos da cidade estarão fechados para visitas até o fim de quarta-feira. Na segunda (18), o Capitólio foi fechado após um incêndio ter sido registrado nas redondezas, a medida foi tomada como precaução, uma vez que o Congresso realizava o ensaio geral para a posse.

A prefeita de Washington, Muriel Bowser, pediu a disponibilização de fundos do governo federal para a prevenção de desastres, valores que foram destinados para segurança da cidade e também para a cerimônia de posse.

Na semana passada, o Airbnb disse que cancelou todas as reservas de casas e apartamentos em Washington DC para evitar a hospedagem de pessoas ligadas a grupos extremistas, que podem estar planejando algum ataque durante a posse de Joe Biden, em 20 de janeiro.

Até mesmo a companhia aérea American Airlines anunciou que nos dias que antecedem a cerimônia de posse, a distribuição de bebida alcoólica foi cortada em todos os voos que têm como destino a cidade de Washington. As informações são do G1.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp