Pernambuco

Linha Sul do Metrô do Recife não funciona devido pane elétrica e Linha Centro atrasa

Segundo a CBTU, não havia previsão de retorno da Linha Sul, que não abriu na manhã desta segunda-feira (19). A Linha Centro começou operar às 5h45, com 45 minutos de atraso.

Problemas na rede elétrica do Metrô do Recife causaram o fechamento da Linha Sul e um atraso na abertura da Linha Centro, na manhã desta segunda-feira (19). Passageiros que utilizam o sistema relataram transtornos causados pela falha no transporte.

De acordo com a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), na Linha Sul, o problema foi causado devido a um curto-circuito no sistema de alimentação elétrica. O problema aconteceu entre as estações Recife, no Centro da capital, e Largo da Paz, na Zona Oeste.

No local, segundo a empresa, equipes de manutenção tentam desde o começo da manhã restabelecer a operação da linha, que corta o Recife e Jaboatão dos Guararapes e transporta, diariamente, aproximadamente 48 mil pessoas.

Não havia previsão de horário de retorno e o Grande Recife Consórcio de Transporte montou esquema de ônibus para diminuir os transtornos.

Na Linha Centro, que leva diariamente 130 mil pessoas e atravessa o Recife, Jaboatão e  Camaragibe, houve um problema na energização de uma subestação, segundo a CBTU. O equipamento fica na Estação Recife. Por causa disso, o trecho foi aberto às 5h45. Normalmente, o funcionamento é das 5h às 23h.

Problemas

Acostumado a levar 45 minutos de metrô até o trabalho, no bairro de Santo Amaro, na região central do Recife, o operador de telemarketing João Matheus teve de esperar três ônibus passarem até conseguir embarcar em um no Terminal Integrado Cajueiro Seco, em Jaboatão dos Guararapes.

“Dentro do ônibus, não tem distanciamento nenhum, aglomeração total. Invés de 45 minutos até o trabalho, vou levar uma hora e meia. Toda semana agora é isso, quebra o metrô que sai da Estação Cajueiro Seco”, reclamou Matheus.

O técnico de cartuchos Jonatha Brander costuma pegar o metrô entre as estações Cajueiro Seco e Shopping, na Zona Sul do Recife. Ele precisou embarcar em um ônibus para seguir para o trabalho.

“A integração de Cajueiro está muito lotada. Foi um sacrifício conseguir entrar no ônibus. Não vou chegar atrasado [ao trabalho] porque saio bem antes de casa já para o caso de isso acontecer”, afirmou.

Não havia previsão de horário de retorno e o Grande Recife Consórcio de Transporte montou esquema de ônibus para diminuir os transtornos.

 

*G1PE

 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp