Internacional

Mesmo sob ataques de Weintraub e Eduardo Bolsonaro, China anuncia cooperação com Mandetta

Embaixador chinês no Brasil, Yang Wanming, anunciou parceria com o ministério da Saúde.

07/04/2020


BRASIL 247 – Após episódios ofensivos contra a China, que partiram do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e nesta semana do ministro da Educação, Abraham Weintraub, o embaixador chinês no Brasil, Yang Wanming, anunciou parceria com o ministério da Saúde, comandada por Luiz Henrique Mandetta, que tem batido de frente com o presidente Jair Bolsonaro.

“Nesta tarde, na conversa telefônica com Min. @lhmandetta, coincidimos em reforçar a cooperação bilateral, especialmente entre os dois ministérios da saúde, para compartilhar experiências do combate à Covid-19 em prol do enfrentamento conjunto deste desafio global”, postou no Twitter o embaixador da China no Brasil.

O discurso ideológico contra a China é uma prática do governo Bolsonaro, inclusive pessoalmente por parte do presidente. No episódio envolvendo Eduardo Bolsonaro, o deputado culpou o país pela pandemia do coronavírus. Weintraub foi racista e debochado, além de dizer que a pandemia era uma teoria conspiratória para que os chineses dominassem o mundo.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.