Nordeste

Nicolelis aponta falta de coordenação do governo Bolsonaro: “é uma inépcia completa”

Segundo ele, a curva acentuada de casos no Brasil é resultado de uma ausência de coordenação nacional competente

12/06/2020


Na imagem Miguel Nicolelis, coordenador do Comitê Científico de Combate ao Coronavírus do Consórcio Nordeste

Revista Nordeste

O renomado cientística, coordenador do Comitê Científico de Combate ao Coronavírus do Consórcio Nordeste, Miguel Nicolelis, avaliou nesta sexta-feira (12) que o momento atual no Brasil não é propício para a retomada das atividades econômicas e flexibilização das medidas de isolamento social.

“A nossa sugestão era de que, enquanto você tiver leitos ocupados com taxa de 80% e ainda tiver curvas ascendentes, você tem que manter [o isolamento]”, disse ele, em entrevista à Folha.

Ainda para Nicolelis, a curva acentuada de casos no Brasil é resultado de uma ausência de coordenação nacional competente, relativo as medidas de enfrentamento adotadas pelo governo Bolsonaro. “É uma inépcia completa. Se eu tivesse um mapa de risco da inépcia em vez do mapa de risco do coronavírus, o mapa seria totalmente vermelho”, criticou ele.

Professor catedrático da Universidade Duke, na Carolina do Norte, nos Estados Unidos, ele ainda comentou a situação da Bahia, em relação a outros estados nordestinos. “A curva da Bahia se beneficiou das medidas de interrupção de transporte coletivo intermunicipal, ônibus intermunicipais, que foi feito logo no começo pelo governo da Bahia, em março. Isso ajudou muito a diminuir a taxa de transmissão”, explicou ele.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.