Nordeste

Ministério da Saúde começa distribuição da vacina para todo o Brasil; veja como será no Nordeste

O Ministério da Saúde começa a distribuir, nesta segunda-feira (18), quase 6 milhões de doses da CoronaVac para todos os estados e o Distrito Federal. Os estados poderão iniciar as campanhas de vacinação a partir das 17h (horário de Brasília). A expectativa é que o Nordeste receba 1.200.560 de doses da vacina.

Os primeiros voos sairão de São Paulo e o Distrito Federal e para as capitais de dez estados: Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Piauí, Rondônia, Roraima e Santa Catarina.

A distribuição das vacinas será feita com aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) e caminhões com áreas de carga refrigeradas. As companhias aéreas Azul, Gol, Latam e Voepass também farão o transporte gratuito das caixas.

Depois que as vacinas forem entregues aos estados, os governos estaduais serão responsáveis por levar as vacinas até os municípios, em parceria com o Ministério da Defesa.

Veja divisão das doses da CoronaVac para cada estado:

Região Nordeste
Maranhão – 123.040
Piauí – 61.160
Ceará – 186.720
Rio Grande do Norte – 82.440
Paraíba – 92.960
Pernambuco – 215.280
Alagoas – 71.080
Sergipe – 48.360
Bahia – 319.520
Total de doses – 1.200.560

Região Norte
Rondônia – 33.040
Acre – 13.840
Amazonas – 69.880
Roraima – 10.360
Pará – 124.560
Amapá – 15.000
Tocantins – 29.840
Total de doses – 296.520
Região Sudeste
Minas Gerais – 561.120
Espírito Santo – 95.440
Rio de Janeiro – 487.520
São Paulo – 1.349.200
Total de doses – 2.493.280

Região Sul
Paraná – 242.880
Santa Catarina – 126.560
Rio Grande do Sul – 311.680
Total de doses – 681.120

Região Centro-Oeste
Mato Grosso do Sul – 61.760
Mato Grosso – 65.760
Goiás – 182.400
Distrito Federal – 105.960
Total de doses – 415.880

Sobre a vacina
A CoronaVac foi desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac e, no Brasil, será produzida pelo Instituto Butantan, em São Paulo. O uso emergencial da vacina foi aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) no domingo (17). A agência também aprovou o uso emergencial da vacina de Oxford.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp