Brasil

Mourão defende avanços nos sistemas de monitoramento da Amazônia

Para ele, também é preciso tratar do problema fundiário da região

07/08/2020


Na imagem o vice-presidente Hamilton Mourão

O vice-presidente Hamilton Mourão disse nesta sexta-feira (7), que o Estado brasileiro deve cumprir seu papel de proteção e desenvolvimento da Amazônia, mas que há muito desencontro sobre as informações de desmatamento na região, já que os sistemas de monitoramento, utilizados no apoio às decisões do governo, “não são os melhores” e “se ressentem de uma melhor qualidade”.

“Os satélites que nós temos são ótimos, que não enxergam durante o período das chuvas e de nuvens. Precisamos avançar para ter uma tecnologia radar, termos aeronaves não tripuladas de melhor nível e que possam manter um acompanhamento da situação da cobertura vegetal com melhor qualidade do que só pura e simplesmente a imagem de satélite”, explicou, durante encontro virtual promovido pela FSB Comunicação.

Mourão preside o Conselho Nacional da Amazônia Legal.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.