Ceará

‘Não será com ameaças e ofensas que o país irá superar a crise’, diz Camilo Santana sobre vídeo de reunião ministerial de Bolsonaro

Governador do Ceará se manifestou por meio das suas redes sociais

23/05/2020


Após a divulgação dos vídeos de reunião do presidente Jair Bolsonaro com ministros e o vice-presidente Hamilton Mourão, o governador do Ceará, Camilo Santana, se manifestou por meio de redes sociais, afirmando que o Brasil se transformou em “cenário de ódio”.

“Não será com ameaças e ofensas que nosso país irá superar a imensa crise que está vivendo. É estarrecedor e profundamente lamentável ver o cenário de ódio em que se transformou o Brasil. Quem estimula isso não pensa no povo, mas unicamente no seu projeto de poder. Resistiremos”, asseverou o chefe do Executivo cearense.

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou nesta sexta-feira (22) a divulgação do vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril. A reunião foi mencionada pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro como prova de que o presidente Jair Bolsonaro tentou interferir na Polícia Federal.

A reunião ministerial teve a participação do presidente Jair Bolsonaro, do vice, Hamilton Mourão, de Moro e outros ministros. Ao todo, participaram 25 autoridades.

(clique aqui e assista o vídeo da reunião ministerial com Bolsonaro na íntegra).


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.