No Rio de Janeiro, 200 mil pessoas são registradas em atos contra cortes da educação

15/05/2019


No Rio de Janeiro, foram registradas ao longo desta quarta-feira (15) manifestações massivas em reação ao corte de recursos na educação anunciados pelo governo de Jair Bolsonaro (PSL). No final do dia, manifestantes lotaram a Avenida Presidente Vargas e caminharam em direção à Central do Brasil. Todas as faixas da avenida, a principal da capital, foram tomadas por estudantes, professores e funcionários de instituições públicas, além de apoiadores.

Organizadores do ato estimam que mais de 200 mil pessoas participaram do protesto contra os cortes na educação e contra a Reforma da Previdência. O ato serviu de aquecimento para a greve geral que vai acontecer no próximo dia 14 de junho. Durante a caminhada, manifestantes tinham como palavras de ordem: “Não é mole não, tem dinheiro pra milícia, mas não tem pra educação”, “Tira tesoura da mão e investe na educação” e “Não vai ter corte vai ter luta”.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.