Brasil

No Rio de Janeiro: Polícia Federal realiza nova operação contra fraudes na saúde

De acordo com a Polícia Federal, as irregularidades no município podem ter causado um prejuízo de mais de R$ 7 milhões

15/06/2020


Imagem meramente ilustrativa

Agência Brasil

Policiais federais cumprem nesta segunda-feira (15) mandados contra suspeitos de desviar recursos públicos na área de saúde do município de Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. Estão sendo cumpridos 30 mandados de busca e apreensão contra 28 alvos, sendo 14 pessoas, 11 empresas e três órgãos públicos, entre eles a Secretaria Municipal de Saúde.

De acordo com a Polícia Federal, as irregularidades no município podem ter causado um prejuízo de mais de R$ 7 milhões.

Um dos alvos é o secretário de Saúde de Mauá, Luís Carlos Casarin. De acordo com as investigações, houve irregularidades na contratação emergencial da OS Atlantic – Transparência e Apoio à Saúde Pública para a gestão e operação do hospital de campanha construído na cidade de Mauá para atender os pacientes com Covid-19.

Também há mandados de busca em Jundiaí, Caieiras e em São Paulo. São investigados crimes previsto na lei de licitações, falsidade ideológica, lavagem de dinheiro, entre outros. Além da PF, participam da operação o Ministério Público Federal (MPF) e a Controladoria-Geral da União (CGU).


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.