menu

Paraíba

23/03/2018


50 anos depois, Geraldo Vandré volta a se apresentar para o público

“… caminhando e cantando e seguindo a canção, somos todos iguais braços dados ou não…”, quem não lembra da música ‘Pra dizer que não falei das fores’ composta pelo paraibano Geraldo Vandré que virou uma espécie de hino para àqueles que lutaram e resistiram contra a ditadura militar no Brasil. E o público teve que esperar 50 anos depois da sua histórica apresentação no III Festival Internacional da Canção, realizado pela TV Globo no ano de 1968. Mas, Geraldo Vandré não desapontou e levou o público ao delírio.

“É incrível! É emocionante! É histórico”, disse entusiasmada a professora Maria Adelaide ao assistir a apresentação do ‘hino da ditadura’. O espetáculo foi dividido em duas partes; a primeira reuniu clássicos da obra de Vandré como Disparada, Pra dizer que não falei das flores, entre outros. Em seguida, foram apresentadas peças inéditas de autoria de Vandré e sua amiga Beatriz Malnic.

O concerto-recital, realizado ao lado da Orquestra Sinfônica da Paraíba e da pianista Beatriz Malnic, aconteceu nesta quinta-feira (22), na Sala de Concertos Maestro José Siqueira, no Espaço Cultural, no bairro de Tambauzinho, em João Pessoa. Uma segunda apresentação vai ser realizada na sexta-feira (23).

Wscom

Notícias relacionadas