menu

Pernambuco

25/09/2019


70 anos da República Popular da China são celebrados em PE

Por Ângelo Medeiros
Revista NORDESTE

 

Uma grande noite de festa e celebração pelos 70 anos de fundação da República Popular da China (RPC) reuniu a comunidade chinesa em Pernambuco e do Nordeste, na noite desta terça-feira (24), no Sheraton Reserva do Paiva Hotel & Convention Center, em Recife-PE. A organização foi do Consulado-Geral da República Popular da China, sediado na Capital pernambucana.

O encontro reuniu a Cônsul-Geral, Sra. Yan Yuqing; a governadora em exercício de Pernambuco, Luciana Santos; a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra; o secretário de Estado da Cultura da Paraíba, Damião Ramos Cavalcanti, que na ocasião representou o governador João Azevêdo; o vice-prefeito de Recife, Luciano Siqueira, em representação ao prefeito Geraldo Júlio, o deputado estadual Lindolfo Pires (PODE), presidente da Frente Parlamentar Brasil (Paraíba)-China da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), entre outras autoridades.

Em discurso, Yan Yuqing destacou a importância da celebração e do avanço econômico da República Popular da China em todo o planeta, e, sobretudo, como a comunidade chinesa está inserida no Nordeste brasileiro.

“Devido à árdua exploração nos primeiros 30 anos da nova China e à reforma e abertura nos últimos 40 anos, o país vem se desenvolvendo, passando de um país fechado e atrasado para um aberto e progressivo; da carência de necessidades básicas para uma sociedade moderadamente próspera, chegando a ser a segunda maior economia do mundo, o maior comerciante de bens, e o segundo maior país de investimento estrangeiro direto, cuja contribuição à economia mundial ultrapassou 30%, tornando-se a maior parceira comercial de mais de 130 países”, destacou.

Já governadora em exercício, Luciana Santos, enalteceu a importância da comunidade chinesa para Pernambuco e o país, e comentou sobre o formado de gestão socialista que a China exerce, com destaque para a prática de relações internacionais avançadas, baseadas na cooperação e ganho mútuo, na defesa de soluções pacíficas para as situações controversas, no respeito a autodeterminação dos povos, e no rigoroso compromisso com o direito internacional e com a carta magna das Nações Unidas.

“É com esse espírito que aqui em Pernambuco e no Brasil, temos procurado estabelecer relações, cada vez mais, significativas com um Estado [China] que tem muitas potencialidades, muitas vocações, que vem buscando o seu próprio desenvolvimento num ciclo político recente, com muitas possibilidades, a exemplo do que vivenciamos há mais de 10 anos, quando mudamos a matriz econômica do Estado de Pernambuco para além das economias tradicionais que caracterizavam a história do nosso desenvolvimento”, comentou.

A celebração terminou com a apresentação de orquestra de jovens e participação do Maestro Spok, e passistas de frevo, que levou a comunidade chinesa a dançar o ritmo mais tradicional e autêntico Carnaval pernambucano.

 

Confira mais imagens do comemoração:

Notícias relacionadas