menu

Brasil

30/10/2015


Advogados do filho de Lula querem que PF remarque nova data para ouvir cliente

Os advogados do filho de Lula pedem para PF remarque nova data para ouvir Luís Cláudio Lula da Silva, o filho do ex-presidente Lula. Cristiano Zanin Martins informou por meio de nota que o prazo estabelecido anteriormente pela Polícia Federal era muito curto e não havia tempo hábil para tomar ciênica das investigações promovidas pelo órgão e poder pestar os devidos esclarecimentos.

Ainda na nota, o advogado lembra que  "pagamentos feitos pela Marcondes e Mautoni à LFT seriam "muito suspeitos" não autoriza a pratica de qualquer medida que implique mitigar as garantias fundamentais de qualquer cidadão", Confira abaixo a nota na íntegra.

 

Nota

Luis Cláudio Lula da Silva foi intimado pela Polícia Federal, na última terça-feira, por volta das 23 horas, para prestar esclarecimentos na data de hoje. Como o prazo entre a intimação e a oitiva era muito curto e os advogados não tinham conhecimento do inteiro teor das investigações, foi requerida a marcação de nova data para que sejam prestados os esclarecimentos.

Reitera-se que a mera opinião de dois procuradores da República de que os pagamentos feitos pela Marcondes e Mautoni à LFT seriam "muito suspeitos" não autoriza a pratica de qualquer medida que implique mitigar as garantias fundamentais de qualquer cidadão.

                                      Cristiano Zanin Martins

Notícias relacionadas