menu

Brasil

05/11/2014


Aécio mira na economia e apoiará Eduardo Cunha

 Após dizer que vai liderar o “exército da oposição”, senador mineiro Aécio Neves (PSDB) traz ao Congresso, nesta quarta-feira, discurso com indicadores econômicos que contradizem a campanha da presidente, como a resiliência da inflação, o déficit fiscal e da balança comercial e o recém-anunciado aumento da taxa de juros.

"Nós dissemos a verdade, eles mentiram" será o mantra dos tucanos, segundo a colunista Vera Magalhães.

Quanto à posição da bancada tucana sobre o comando da Câmara dos Deputados, ele teria dado o sinal verde para a estratégia de apoiar a eleição de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) contra o PT.


 

Notícias relacionadas