menu

Brasil

30/04/2014


Aéreas fazem promoções de passagens para a Copa do Mundo

TURISMO

Empresas aéreas realizam promoções de passagens aéreas para o período da Copa do Mundo, que derrubaram em até 68% o preço de alguns trechos desde o final do mês passado.

Em março, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) já havia registrado queda de 25% no preço médio das passagens aéreas para quem quer viajar durante o evento. O efeito foi atribuído à ampliação do número de voos para as cidades que irão sediar o Mundial, com o objetivo de atender à maior demanda por viagens no período nestas capitais.

Levantamento de preços feito pelo iG no Skyscanner, site que compara preços de passagens, verificou que 13 trechos ficaram mais baratos desde março, e dois deles mantiveram o mesmo preço. O levantamento foi realizado entre os dias 25 e 28 deste mês, e inclui 27 trechos entre as cidades-sede durante o mês de junho.

Uma passagem entre Brasília e Cuiabá, que custava R$ 392 no final de março, caiu para R$ 123, redução de 68,7%. Já um bilhete entre São Paulo e Fortaleza custa R$ 278; há um mês, era cobrado o valor de R$ 525, uma queda de 47%. O trecho entre São Paulo e Belo Horizonte sai por R$ 111, enquanto custava R$ 162 há um mês – queda de 32%.

Torcedores brasileiros, norte-americanos e chilenos que irão acompanhar os três jogos de suas respectivas seleções na primeira fase do torneio se beneficiaram com preços menores. Os bilhetes para três trechos entre as cidades-sede tiveram queda de 25% para os brasileiros, 16,7% para os norte-americanos e 10,7% para os chilenos.

Até março, 80% das passagens aéreas domésticas comercializadas pela TAM para o período da Copa foram vendidas por preços abaixo de R$ 500. Atualmente, 50% dos bilhetes domésticos disponíveis estão sendo oferecidos abaixo deste valor, e 30% estão sendo comercializados por menos de R$ 200, informa a empresa, em nota.

Bilhetes já registram aumento de preços

Por outro lado, o levantamento aponta que 12 trechos já registram aumento de preços e a alta até compensa a queda de 25% verificada anteriormente pela Anac. Entre os exemplos, estão rotas que incluem Manaus, Cuiabá e Natal como ponto de partida ou destino.

Segundo o consultor especializado em aviação Adalberto Febeliano, os preços das passagens estão ligados à demanda pelos voos. "Onde tem maior procura, as passagens com preços menores já foram vendidas".

Segundo o consultor, é necessário considerar também o efeito da reestruturação da malha aérea. Isso porque cidades com menor oferta voos tendem a ter maior ocupação de voos, e, consequentemente, aumentam os preços de forma mais rápida. Salvador e São Paulo, que são tradicionais destinos de turismo e viagens de negócio, já têm maior oferta de voos diários, e acabam demorando mais para preencher os voos após a restruturação da malha aérea, explica Febeliano.

Compra antecipada garante desconto

Agora, a tendência é que os preços dos bilhetes subam cada vez mais conforme a proximidade do evento.

A Gol informa que, quanto mais próxima a data da viagem e quanto maior a taxa de ocupação de voo, maior será o valor do trecho.

Para adquirir bilhetes com baixas tarifas, a Gol recomenda que os viajantes comprem as passagens com antecedência, permanecendo pelo menos dez dias no destino, e adquirindo trechos que incluem passagens de ida e volta.

Na Gol, 85% das passagens podem custar até R$ 499, levando-se em conta a proximidade da data da viagem. Os 15% restantes podem ser encontrados acima de R$ 499, em função da proximidade da data, informa a empresa, em nota.

A TAM informa que sua política tarifária para o período do Mundial é semelhante a de outros períodos de alta demanda, como carnaval e férias escolares, e os preços variam de acordo com fatores como horário de voos, antecipação da compra e tempo de permanência no destino.

(do iG) 

Notícias relacionadas