menu

Internacional

24/03/2015


Airbus A320 cai com 150 pessoas da França; provavelmente não há sobreviventes

Um avião Airbus A320 da empresa Germanwings – que pertence à Lufthansa – caiu nos Alpes Franceses nesta terça-feira (24). A aeronave havia partido de Barcelona e deveria pousar em Dusseldorf.
 

As informações sobre a quantidade de passageiros ainda não foi confirmada, mas os jornais franceses falam em 150 pessoas a bordo, sendo que 142 eram passageiros. Segundo o jornal "Le Monde", a aeronave desapareceu dos radares por volta das 11h.

O porta-voz do Ministério do Interior da França afirmou que o governo "teme que haja um balanço muito grande" de vítimas na queda do avião da Germanwings.

O presidente da França, François Hollande, afirmou que todas as informações sobre o acidente levam a crer que não há nenhum sobrevivente na queda do avião da Germanwings.

"É uma tragédia. As condições do incidente nos fazem pensar que não há algum sobrevivente", disse. Ainda de acordo com o presidente, há "muitas vítimas alemãs".

A imprensa francesa diz que o piloto da aeronave chegou a reportar um pedido de emergência após 1h20 de voo. E o jornal "Le Figaro" afirmou que essa aeronave tinha mais de 24 anos de uso.

Imagem postada no perfil do Twitter do site Flightradar mostra a última localização do Airbus A320, nesta terça-feira
Reprodução


Representantes da empresa Germanwings, fabricante dos aviões Airbus na Europa, não comentaram sobre o acidente. Disseram apenas que ainda não há informações sobre as condições do acidente. Um porta-voz da empresa informou apenas que um centro de gerenciamento de crise foi aberto.

Já a France Info afirma que o avião voava "muito baixo" na hora do acidente, a cerca de 1,8 mil metros de altura. Ele teria colidido com uma montanha com 3 mil metros de altura.

Esta é a primeira queda de um avião em solo francês desde a queda do Concorde 4590, em Gonesse, nos arredores de Páris, em julho de 2000, que deixou 113 mortos.


 

Notícias relacionadas