menu

Alagoas

01/06/2016


Alagoas tem a segunda pior malha viária do Nordeste

Um relatório divulgado nessa segunda-feira (30), pela Confederação Nacional do Trânsito (CNT), revela que Alagoas mais que dobrou a qualidade da pavimentação das estradas ao longo dos últimos dez anos. Mas, apesar do avanço, o estado tem a segunda pior malha viária da região Nordeste e só está à frente de Sergipe.

Em números absolutos, Alagoas saltou de 298 quilômetros com pavimentação ótima ou boa no ano de 2005 para 659 quilômetros no ano passado. Em contrapartida, apresenta pelo menos 98 quilômetros de estradas consideradas regulares ou ruins. Não foi apontada pela pesquisa da CNT nenhum trecho considerado péssimo.

Na região Nordeste, Sergipe ocupa a pior posição no ranking, com apenas 325 quilômetros de estradas considerados ótimos ou bons no último ano. O número de trechos que tem avaliação regular, ruim ou péssimo soma 320 quilômetros.

O estado da Bahia lidera a qualidade das estradas na região, com 4.808 quilômetros com pavimentação ótima ou boa. Em seguida, aparece o Maranhão, com 2.260 quilômetros. Em terceiro lugar, está Pernambuco, com 1.816 quilômetros. A pesquisa não considera as diferenças territoriais entre os estados.

Além do número de quilômetros pavimentados, a Confederação mensurou a sinalização de trechos nas estradas. Em 2005, o estado apresentava 97 quilômetros com sinalização "ótima" e, atualmente, tem 93. Já o número de quilômetros considerados bons saltaram de 78 para 496, enquanto trechos considerados regulares, ruins ou péssimos passaram de 534 para 178.

Os estados com maior malha pavimentada em 2015 são Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Bahia e Goiás. Já aqueles que têm menor malha pavimentada são Amazonas, Acre, Roraima, Distrito Federal e Amapá. 

Notícias relacionadas