menu

Piauí

20/01/2016


ANTT garante delegar consórcio de linhas Teresina-Timon

Na reunião entre o prefeito de Teresina, Firmino Filho, e de Timon, Luciano Leitoa, com representantes da Agência Nacional de Transporte Terrestres (ANTT), os gestores receberam a garantia de que o consórcio para operacionaliza o sistema de transporte público entre as duas cidades será em breve delegado. O encontro aconteceu na manhã desta quarta-feira (20/01), em Brasília.

Hoje a linha de transporte envolvendo as duas cidades é de responsabilidade da ANTT.

A previsão dada pelo presidente da Agência, George Bastos, é que até março o consórcio firmado entre as duas cidades já possa operar as linhas.

“Ele foi bastante receptivo a essa possibilidade de delegação dos serviços ao consórcio. Sentimos firmeza nas palavras dele. Acreditamos que, acontecendo isso, faremos o chamamento público para as empresas, de forma que possamos oferecer um serviço de transporte de qualidade e no menor preço”, afirmou o prefeito Firmino Filho.

Ainda no segundo semestre do ano passado, as Prefeituras de Teresina e Timon aprovaram leis que autorizam a constituição de um Consórcio Intermunicipal de Mobilidade Urbana entre os municípios (Lei Municipal nº 1.996, de 23 de outubro de 2015, e Lei nº 4.857, de 29 de dezembro de 2015, respectivamente). Com a responsabilidade de realização de licitações, contratos e fiscalização, bem como determinação de valores de tarifas, e hoje da ANTT, a prefeitura crê no consórcio como a melhor opção para resolver o impasse envolvendo as duas cidades.

Crédito: Floriano Rios

Crédito: Floriano Rios

A polêmica com relação ao gerenciamento das linhas de transporte entre as duas cidades ganhou destaque na mídia e nas redes sociais depois que a empresa Timon City foi proibida de circular com base em decisão judicial. A empresa chegou a operar sob força de liminar, que foi suspensa pela justiça federal.

Com ônibus novos, confortáveis, dispondo de wi-fi e ar-condicionado – serviço que conquistou a população – a empresa despertou atenção da Dois Irmãos, que operava sozinha, há mais de 40 anos, a linha entre Teresina e Timon.

Crédito: Alberto Nonato/Ônibus BrasilCrédito: Alberto Nonato/Ônibus Brasil

Firmino reconheceu que a Timon City deve voltar a circular e acredita na agilidade da ANTT em liberar a delegação. "Queremos enfrentar e resolver essas questões, inclusive com a possibilidade de termos de volta a Timon City ofertando os serviços, que já foram bem avaliados pelos usuários, mas foram suspensos por decisão judicial", comentou.

180 graus

Notícias relacionadas