menu

Brasil

02/06/2015


Anúncio do Boticário sofre críticas homofóbicas e empresa responde

Um anúncio de TV não deveria irritar uma multidão, certo? Não é o que acontece com uma campanha do Boticário que comemora o Dia dos Namorados em clima de diversidade. Em cena, casais heterossexuais e homossexuais vivem momentos de ternura e, claro, trocam presentinhos.

A peça publicitária provocou falatório desde sua estreia, no dia 24 de maio. No YouTube, o vídeo é um sucesso de audiência: até a tarde de hoje (1), já somava 620.000 visualizações. Nos botões de avaliação dos usuários, no entanto, aparece um detalhe incômodo: 124.000 pessoas não curtiram o vídeo, que teve “apenas” 65.000 curtidas. Assista.

Nos comentários dos vídeo, há quem apoie a iniciativa (“Tem como curtir um zilhão de vezes”, disse Julian Navarro), e há quem a critique. Até aí, era o esperado por todo mundo que acompanha as discussões sobre o assunto em redes sociais. Mais inusitado foi que até um chamado foi aberto no site Reclame Aqui contra a empresa.

Foi quando as opiniões contrárias à campanha ganharam, digamos, um aspecto de ataque homofóbico. Confira:

"Fiquei muito insatisfeita em assistir a um comercial onde ocorre a banalização das famílias no modelo tradicional, e onde aparecem famílias homossexuais, como se fosse normal. Não tenho preconceito com homossexuais. Inclusive luto para que encontrem o caminho de Deus. Não concordo com uma empresa desse tamanho, onde inclusive ja prestei serviços, e onde meus filhos frequentam as lojas e tem acesso a produtos infantis, banalizar esse assunto. Acredito que milhares de outros cristãos como eu compartilham da mesma opinião. A mídia já está demasiadamente poluída. Se tem na novela, eu mudo de canal, mas a propaganda está em todos os meios. Não quero que meus filhos assistam essa propaganda. Tenho o direito de preservar a instituição familia dentro da minha casa, e infelizmente o comercial do Boticário está ferindo esse meu direito".

“Não tenho preconceito com homossexuais. Inclusive luto para que encontrem o caminho de Deus”, diz a consumidora curitibana insatisfeita. “Se tem novela, eu mudo de canal. Mas a propaganda está em todos os meios. Não quero que meus filhos assistam essa propaganda”, continua. “Tenho o direito de preservar a instituição família dentro da minha casa, e infelizmente o comercial do Boticário está ferindo esse meu direito.”

O mal estar dos espectadores, obviamente, não terminou. Mas a resposta da empresa à reclamação é uma prova de que é possível contornar polêmicas com elegância e sem perder a razão:

Resposta da Empresa:

Olá Patricia.

O Boticário acredita na beleza das relações, presente em toda sua comunicação. A proposta da campanha ?Casais?, que estreou em TV aberta no dia 24 de maio, é abordar, com respeito e sensibilidade, a ressonância atual sobre as mais diferentes formas de amor ? independentemente de idade, raça, gênero ou orientação sexual – representadas pelo prazer em presentear a pessoa amada no Dia dos Namorados. O Boticário reitera, ainda, que valoriza a tolerância e respeita a diversidade de escolhas e pontos de vista.

Permanecemos à disposição também por meio de nossos canais de contato:
CRC: 0800 413011, de segunda a sexta-feira, das 08:00 às 20:00 horas e, sábados, das 09:00 às 16:00.
Abraços,
Tatiana.

Central de Relacionamento com o Consumidor O Boticário.


 

Notícias relacionadas