menu

Internacional

25/10/2018


Arábia Saudita admite que assassinato de jornalista foi premeditado

O assassinato do jornalista saudita Jamal Khashoggi foi “premeditado”, segundo informação que a Promotoria Geral da Arábia Saudita recebeu da Turquia sobre este caso, ocorrido no dia 2 de outubro no consulado do país em Istambul.

“A Promotoria Geral saudita recebeu informações da parte turca (…) da equipe da Arábia Saudita e da Turquia dizendo que os acusados deste incidente tinham a intenção premeditada de matar Khashoggi”, informou a agência estatal SPA.

Agência Brasil

Notícias relacionadas