menu

Paraíba

12/04/2017


Articulista explica efeitos da Lista da Odebrecht na direção de 2018

O novo texto no Blog de Walter Santos nesta quarta-feira (12), explica os efeitos da Lista da Odebrecht na direção das eleições de 2018, na Paraíba.

Leia a análise na íntegra:

A revelação da Lista da Odebrecht pelo Ministro Edson Fachin estremeceu a República, de sorte a Paraiba pelas citações de Cássio Cunha Lima e Vital Filho, ambos negando envolvimento em dolo, embora a grande novidade tenha sido a citação de FHC por Emilio Odebrecht, em outra delação, criando efeitos e danosos, dem dúvidas.

No caso paraibano, antes de avaliar o futuro próximo no caminho da sucessão de 2018, registro o fato na condição inversa de não envolvimento do governador Ricardo Coutinho e do senador José Maranhão, sobretudo o peemedebista com tantas décadas de Poder mas poupado. Isto faz os dois lideres se capitalizarem.

EFEITOS A CURTO E PRAZOS

Como o governador Ricardo Coutinho não possa mais ser candidato ao Governo, restam os nomes de Cássio, José Maranhão, Luciano Cartaxo, Romero Rodrigues, Gervásio Maia e João Azevedo.

Por mera coincidência da parte do esquema do governador, Gervásio não foi visto em palanque como antes.

Tomando por base a questão da Odecrecht, Cássio é o mais afetado respingando na sua reputação.

Maranhão se mantém incólume nesta questão, da mesma forma que os demais nomes.

Neste contexto, contudo, pelos movimentos da semana, inclusive em João Pessoa, Luciano Cartaxo foi quem melhor se cacifou .

ANTES DE TUDO O CONTRA-PONTO

O senador Cássio fez postar no decorrer da tarde de ontem video em que reconhece ter recebido recursos da Odebrechet, mas de forma legal, contabilizada, portanto, sem a condição de Caixa 2.

Com base neste fato, ele garante que sairá do processo esclarecendo tudo, embora não negue o estrago pela citação e inclusão do nome na lista, em face da precoce condenação das pessoas.

PARA FRENTE

Ricardo precisa definir o nome de seu grupo sabendo – se que a exclusão de seu nome lhe cacifica, da mesma forma que de Maranhão e Luciano com ventos da Oposição soprando pro Luciano, que ainda tem o irmão Lucélio como opção para o Senado.

Eis a síntese.

Notícias relacionadas