menu

Brasil

20/03/2017


Artigo: Além da Euforia, o que restou de Monteiro?

Além da Euforia, o que restou de Monteiro?

O Brasil atestou ontem, diante da "inauguração popular" da Transposição de água do Rio São Francisco, em Monteiro, que a Jararaca do Lula está muito mais forte do que se pensa e é, com o evento do domingo 19, o maior líder Político do Pais, mesmo com a odienta perseguição jamais vista.

COMO DESDOBRAMENTO

Passada a euforia, alguns elementos passam a pontuar a partir de agora os dois campos distintos – o Político e Econômico.

No primeiro caso, a manifestação ontem selou a pré-candidatura de Lula ao Planalto mandando um duro recado ao Juiz Sérgio Moro – mexer com Lula é mexer em vespeiro político a transformar as ruas do Brasil em Praça de Guerra.

Depois de ontem em Monteiro e quarta -feira passada em São Paulo, Moro terá de pensar duas vezes em aniquilar porque sofrerá a mais odienta reação à altura do que ele promove em relação a Lula e ao PT mas generoso com o PSDB, de onde seus pais e esposa são militantes.

O BRAÇO ECONOMICO

O efeito mais forte neste instante é torcer e ver o outro Eixo Norte ser concluído e, paralelamente, começar a gestão econômica da água porque ela precisa chegar nas casas e exige uma definição de política sobre a irrigação ao longo do curso.

Estes dois aspectos precisam ser gestados pela Cagepa antes que a zorra tome conta do Canal com uso indevido e poluição.

O fato, contudo, é que a cena anterior de devastação e miséria agora acende a luz da prosperidade daí a urgente necessidade de políticas de Gestão.

No mais, ainda ecoa a força popular inigualável de Lula.

Notícias relacionadas