menu

Brasil

18/04/2015


As 35 cidades mais igualitárias do Brasil

São Paulo – A cidade de Pomerode, em Santa Catarina, é a mais igualitária de todo o território brasileiro. Isso quer dizer que ela concentra os melhores índices em quesitos como emprego, escolaridade e violência, de acordo com o Atlas da Exclusão Social no Brasil.

Segundo o levantamento, todas as 35 cidades com os menores índices de exclusão social ficam nos estados de Santa Catarina (com 13 municípios), Rio Grande do Sul (13 municípios) e São Paulo (9 municípios). O estudo foi organizado por Alexandre Guerra, Marcio Pochmann e Ronnie Aldrin Silva, e publicado pela Editora Cortez.

Para chegar a essa lista, os autores elaboraram um Índice de Exclusão Social (IES), com base em sete indicadores: pobreza, emprego, desigualdade, alfabetização, escolaridade, juventude e violência.

Cada um desses itens recebeu um peso dentro do IES, conforme a tabela abaixo:

Índice: Peso

Pobreza: 17%

Emprego: 17%

Desigualdade: 17%

Alfabetização: 5,7%

Escolaridade: 11,3%

Juventude: 17%

Violência: 15%

Todos os dados foram retirados dos Censos demográficos do IBGE de 2000 e 2010.

A exceção são os dados de violência, que vieram do Sistema de Informações de Mortalidade, do Ministério da Saúde.

As informações encontradas nestas fontes foram transformadas em índices de 0 a 1, sendo que as piores condições de vida equivalem aos valores próximos de 0, e as melhores correspondem aos valores próximos de 1.

O mesmo raciocínio vale para o Índice de Exclusão Social.Navegue pelas fotos acima para conhecer cada uma das 35 cidades mais igualitárias do país. Além do IES, estão disponíveis os indicadores de cada município para todos os quesitos analisados no ranking.

 

Exame

Notícias relacionadas