menu

Brasil

30/06/2014


Assessor da seleção brasileira é suspenso por confusão com chileno

Copa do Mundo

O assessor de imprensa da CBF, Rodrigo Paiva, foi suspenso por uma partida, por conta da acusação de ter agredido o atacante chileno Maurício Pinilla durante confusão no intervalo da partida entre Brasil e Chile, no último sábado.

Assim, o assessor poderá participar da coletiva de imprensa na véspera do duelo do Brasil diante da Colômbia, mas não da entrevista concedida após a partida, nesta sexta-feira, em Fortaleza.

A entidade ainda informou que Paiva está sob investigação e que a pena pode aumentar, inclusive com multa. A decisão foi anunciada pela Fifa em entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira, no Maracanã.

Relembre o entrevero

A confusão teve início ainda dentro de campo. Logo após o apito do juiz, sinalizando o fim do primeiro tempo, houve um entrevero entre Fred e Gary Medel na saída do gramado. O episódio bastou para aflorar o ânimo de todos os envolvidos na partida decisiva.

O desentendimento continuou no túnel que liga o campo aos vestiários. No meio da confusão, Rodrigo Paiva teria dado um soco no atacante Maurício Pinilla.

O assessor negou qualquer agressão a um membro específico da delegação chilena. "Rolou uma discussão e uma aglomeração se formou, mas foi entre as comissões técnicas, não teve jogador envolvido. O assistente do Sampaoli (técnico do Chile) começou a xingar, houve troca de empurrões. A arbitragem viu e apartou", comentou o assessor da CBF.

(iG)

Notícias relacionadas